Repositório Digital

A- A A+

Principais causas geradoras de ações indenizatórias contra os bancos : algumas recomendações jurídico-administrativas

.

Principais causas geradoras de ações indenizatórias contra os bancos : algumas recomendações jurídico-administrativas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Principais causas geradoras de ações indenizatórias contra os bancos : algumas recomendações jurídico-administrativas
Autor Zanchetta, Volnei Roque
Orientador Lamb, Roberto
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de especialização a distância: Gestão de negócios financeiros - Banco do Brasil.
Assunto Banco do Brasil.
Finanças
Governança corporativa
Instituição financeira
Resumo A grande quantidade e diversidade de ações judiciais indenizatórias ajuizadas em face dos bancos neste País decorrem de longo processo de evolução jurídica e de crescente exercício de cidadania, que tem feito com que clientes, mais cônscios de seus direitos, não exitem em exercê-los. Para os bancos, vê-se necessária a investigação sobre quais são as principais causas geradoras das ações indenizatórias contra si ajuizadas, para que, a partir delas possam ser analisadas quais as melhores medidas corretivas a evitá-las. A partir da pesquisa efetuada junto ao Escritório da Assessoria Jurídica do Banco do Brasil no Estado de Santa Catarina – AJURE-SC obteve-se as ações judiciais mais repetidas em face deste banco e neste Estado, as quais, conseqüentemente, indicam as principais causas e objetos destas ações, bem como, servem de indicativo de que, em relação às demais instituições financeiras, podem os mesmos números se repetir. Cotejando-se, uma a uma, foi possível demonstrar-se os pedidos, as causas de pedir e as possíveis condenações aplicadas pelo judiciário em cada modalidade de ação judicial. Verificou-se que apenas três espécies de ações são responsáveis por 83,33% do total de ações ajuizadas, indicando que sobre as mesmas devem incidir as maiores atenções. Concluíram-se, assim, com a identificação das ações mais repetidas, pela mensuração financeira de quanto podem importar as condenações e pela apresentação de uma série de críticas e recomendações jurídico administrativas ao gestor bancário, para que, desejando, possa ter elementos na implementação de medidas capazes de reduzir o número de ações e fazer diminuir o desembolso de valores para o pagamento das condenações.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/14220
Arquivos Descrição Formato
000649519.pdf (936.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.