Repositório Digital

A- A A+

Por uma estética televisiva : um olhar sobre a reflexividade em programas brasileiros

.

Por uma estética televisiva : um olhar sobre a reflexividade em programas brasileiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Por uma estética televisiva : um olhar sobre a reflexividade em programas brasileiros
Autor Torres, Carla Simone Doyle
Orientador Rossini, Miriam de Souza
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Estética
Programa de televisão : Brasil
Televisão (Comunicação) : Brasil
Televisão (Comunicação) : Crítica : Brasil
[en] Aesthetic
[en] Art
[en] Brazilian television
[en] Genre
[en] Reflexivity.
Resumo O estudo sobre a televisão – herdeira de mídias como o rádio e o cinema – não dispõe do mesmo respaldo científico de seus antecessores. Grupos de trabalho mais específicos no Brasil, a exemplo de OBITEL, passaram a ser mais frequentes a partir dos anos 2000. Estudos voltados às questões de estilo e estética do meio são ainda mais raros. Esta tese propõe uma entrada para a discussão estética pelo viés da metatevê, com o objetivo geral de traçar uma configuração para a estética da reflexividade em meio a programas de TV brasileiros, analisando as possibilidades de instauração da promessa de um gênero televisivo que ainda careça de delineação. A reflexividade é teorizada a propósito da metatevê e conceituada como um processo de irradiação desde o campo das artes. Sua conformação televisiva é verificada sobre um conjunto de programas brasileiros desde os anos 1980 até a primeira década dos anos 2000. Após uma análise prévia, de acordo com as categorias Métiers e Técnicas, Atualidades e bastidores e Promoção de programas e de canais (SPIES, 2004), é definido o corpus formado pelos programas Cena Aberta (Rede Globo, 2003), Profissão Repórter (Rede Globo, desde 2006) e No Estranho Planeta dos Seres Audiovisuais (NEPSA) (TV Futura, 2008-2009). Nesta perspectiva, trabalha-se com a possibilidade de que o estudo venha a dar corpo à ideia de Nathalie Burtin (1998) de que a Metatevê seria fundadora de um gênero televisual, bem como realizar a possibilidade de uma promessa estética, que fora debatida por Virginie Spies (2004). Em tal verificação, é feita uma análise pautada pelos fatores de ativação de estilo: Intermidialidade (CALDWELL, 1995) Plasticidade, Morfologia, Modos de Apresentação e Sons, inspirado em Elizabeth Bastos Duarte (2004). As análises mostram que há arranjos entre as possibilidades oferecidas por uma estética que já herda grande variedade de características da linguagem audiovisual partilhada com o cinema, e que ainda mantém grande dependência do suporte verbal da linguagem, o que marca a persistente influência do rádio no meio televisivo. Esse conjunto que define sua audiovisualidade (ROCHA et al, 2013) confere à televisão uma maneira peculiar para que a promessa reflexiva seja contemplada.
Abstract The study about television – heir of Medias like radio and cinema – doesn’t share the same scientific support with its predecessors. Specific TV work groups in Brazil, with Obitel as an example, became more frequent since 2000’s. This media style and aesthetic aimed studies are even rarer. This thesis suggests a starting point to the aesthetic discussion through metaTV, with the prime objective of stablishing an outline to the reflexivity aesthetic within Brazilian TV shows, verifying the possibility to set up a promise of a television genre that still needs to be defined. The reflexivity is, here, theorized from metaTV and conceptualized as an art field irradiating process. Its television form is verified upon a group of Brazilian shows, since 1980’s until 2000’s first decade. From a previous analysis, according to Metiérs and Techniques, Updates and Backstage and Program and Channel Promotion (SPIES, 2004), the corpus of this thesis is defined and constituted by Cena Aberta (REDE GLOBO, 2003), Profissão Repórter (REDE GLOBO, 2006) e No Estranho Planeta dos Seres Audiovisuais (TV FUTURA, 2008 – 2009). From this perspective, work with the possibility that the study will embody Natalie Burtin (1998) idea that metaTV would be the foundress of a television genre, as well as fulfill the aesthetic promise, argued by Virginie Spies (2004). In such verification, an analysis has been made, guided by style activation factors, like: Intermediality (CALDWELL, 1995), Plasticity, Morphology, Presentation Modes and Sounds, inspired by Elizabeth Bastos Duarte (2004). These analysis shows us that there are some arrangements among the possibilities offered by an aesthetic that inherits a big variety of audio-visual language characteristics shared with cinema that still maintain a great verbal language support boundage, wich points the persistent radio influence on television. This ensemble defines its audiovisuality (ROCHA et al, 2013) gives to television a peculiar way that reflexive promise can be accomplished.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/142330
Arquivos Descrição Formato
000993595.pdf (7.242Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.