Repositório Digital

A- A A+

Recepção, crítica e apropriação da metafísica na ciência da lógica de Hegel

.

Recepção, crítica e apropriação da metafísica na ciência da lógica de Hegel

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Recepção, crítica e apropriação da metafísica na ciência da lógica de Hegel
Outro título Reception, criticism and appropriation of the metaphysics in Hegel’s science of logic
Autor Costa, Danilo Vaz Curado Ribeiro de Menezes
Pertille, José Pinheiro
Resumo É quase um lugar comum na Hegel-Forschung a pressuposição de que a Ciência da Lógica, doravante apenas CL, ocupa na economia do hegelianismo o lugar que na tradição filosófica fora destinado a Metafísica. A Ciência da Lógica seria assim o coração e núcleo de força de todo o sistema, e esta a ela em alguma medida sempre lhe faria referência. Todavia, tal pressuposição ensejou nos destinos da recepção, apropriação e compreensão da Ciência da Lógica e da sua relação com a metafísica a possibilidade de duas vias de leituras: (i) uma primeira via de leitura, permitiria a conclusão acerca do fim da metafísica e a abertura para os contextos pós-metafísicos e uma segunda (ii) que promove, numa inversio, uma leitura metafísica da CL, negando a ruptura da CL com a tradição metafísica e apontando suas linhas de continuidades, especificamente na ideia hegeliana de que a CL apresenta a autoexplicitação da substância enquanto sujeito. A tese que se defenderá no presente texto é de que Hegel elaborou uma inédita transformação do conceito de metafísica, assumindo seus pressupostos tal como desenvolvidos na tradição filosófica de ser a metafísica uma doutrina dos primeiros princípios, uma teoria do Ser, uma teodicéia e mesmo, como para Kant, uma teoria do conhecimento. Hegel apresenta a Ciência da Lógica como a resposta hegeliana a este nova exigência acerca do discurso metafísico. Espera-se, ao termo, contribuir para um melhor esclarecimento deste que é um dos temas centrais do hegelianismo, a relação entre lógica e metafísica e a recepção e crítica da metafísica tradicional em Hegel.
Abstract It is a commonplace in Hegel-Forschung the assumption that the Science of Logic occupies in the economy of Hegelianism the place in the philosophical tradition that was destined Metaphysics thus being the heart and core strength of the entire system, and this to some extent whenever she would do her reference. However, this assumption gave rise in the fortunes of reception, ownership and understanding of the Science of Logic and its relationship to the metaphysical the possibility in two-way readings: (1) a first, allow the conclusion about the end of metaphysics, and a second (2) promotes a 'inversio', denying the rupture of CL with the metaphysical tradition and pointing their lines of continuity, specifically in the Hegelian idea that the CL shows the autoexplicitação the substance as subject. The thesis of this paper is that Hegel made an unprecedented transformation of the concept of metaphysics, assuming your assumptions as developed in the philosophical tradition of being the metaphysical doctrine of the first principles, a theory of Being, with a theodicy and even, as for Kant, a theory of knowledge. Hegel presents the Science of Logic as the response to this new demand on the metaphysical discourse. Expected, at the end, contribute to further clarifying this that is one of the central themes of Hegelianism, the relation between logic and metaphysics and reception and critique of traditional metaphysics in Hegel.
Contido em Ágora filosófica. Recife, PE. Vol. 1, n. 2 (2014), p. [219-234]
Assunto Filosofia
Hegel, Georg Wilhelm Friedrich, 1770-1831
Lógica
Metafísica
[en] Critic
[en] Hegel
[en] Metaphysics
[en] Reception
[en] Science of Logic
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/142392
Arquivos Descrição Formato
000993184.pdf (317.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.