Repositório Digital

A- A A+

Modernização e competitividade da indústria de calçados brasileira

.

Modernização e competitividade da indústria de calçados brasileira

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Modernização e competitividade da indústria de calçados brasileira
Autor Costa, Achyles Barcelos da
Orientador Tigre, Paulo Bastos
Data 1993
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio de Janeiro. Instituto de Economia Industrial.
Assunto Competitividade industrial : Rio Grande do Sul
Indústria do calçado
Inovação tecnológica
Just-in-time
Mudança tecnológica
Rio Grande do Sul
São Paulo (Estado)
Tecnologia
Trabalho
Resumo Esta tese analisa a indústria de calçados brasileira sob o aspecto de sua modernização e competitividade. O pano de fundo da investigação são as transformações na estrutura industrial a nível de economia internacional e o ajuste do setor de calçados brasileiro ao novo ambiente econômico. Parte-se do pressuposto de que as mudanças tecnológicas, organizacionais e produtivas estão conformando um novo paradigma industrial e que se difundirá entre os setores industriais, inclusive os tradicionais como o de calçados. Assim sendo, o objetivo central desta tese é averiguar como tem sido o comportamento do setor em relação a incorporação de inovações tecnológicas e organizacionais, e em que medida esses seriam vetores que contribuiriam para preservar/aumentar sua competitividade. Um segundo objetivo consiste em verificar se as modificações introduzidas no setor, o estariam encaminhando pra uma estrutura de especialização flexivel. Para dar respostas às questões formuladas realizou-se uma pesquisa empírica, mediante questionário e entrevista, com 18 empresas de diferentes tamanhos. A constatação é de que a indústria de calçados brasileira está passando por um processo de ajuste em direção à utilização de novas tecnologias, com maior difusão de técnicas organizacionais. Essas inovações tendem a localizar-se inicialmente nas seções de costura e montagem. No entanto, diferentemente das indústrias dos países desenvolvidos, o uso dessas técnicas não tem o propósito de substituir trabalho por capital, mas de aumentar a eficiência e a qualidade da produção, dado que o custo de mão-de-obra ainda constitui-se em fator importante de competitividade. Por outro lado, o ajuste em busca de maiores níveis de eficiência e qualidade tem sido feito mediante flexibilidade da produção e é prematuro afirmar-se que a estrutura do setor tende para o modelo de especialização flexível.
Abstract The present thesis analyses the Brazilian footwear industry under the point of view of its modernization and competitivity. Changes in the industrial structure at the international level as well as the adjustment of the Brazilian footwear industry to the new economic environment constitute the main framework of the study. The recognition that technological, organizational and productive changes are engendering a new industrial paradigm which will be diffused among the modern and traditional, such as footwear, industries is acknowledged from the very beginning. Under these circunstances, the main objective of this thesis consists of appraising how the behaviour of the footwear industry performs as regards the adoption of technological and organizational innovations. Beside, it is aimed at knowing the extent to which these innovations contribute to maintaing/increasing its competitivity. Another objective consists of appraising whether the changes faced by the industry are redirectioning it to a flexible specialization structure. In order to answer to the above questions, an empirical survey was conducted, with questionnaire and interviews, concerned with 18 firms of different sizes. The main result was that the Brazilian footwear industry, is facing a process of adjustment towards the use of new technologies. The innovations seem to appear in the activities of sewing and assembling. In contrast to the developed countries industries, however, the adoption of these techniques is not aimed at substituting capital for labour, but to increase efficiency and quality, by virtue of the fact that labour costs are yet an important factor of competitivity. On the other hand, the adjustment towards improved levels of efficiency and quality has been achieved through flexibility in production, so that it is not clear whether the sectoral structure is changing to the model of flexible specialization.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/14241
Arquivos Descrição Formato
000115004.pdf (39.57Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.