Repositório Digital

A- A A+

Normas preliminares do teste Token (versão reduzida) e do teste Pirâmides e Palmeiras para uma população de adults brasileiros

.

Normas preliminares do teste Token (versão reduzida) e do teste Pirâmides e Palmeiras para uma população de adults brasileiros

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Normas preliminares do teste Token (versão reduzida) e do teste Pirâmides e Palmeiras para uma população de adults brasileiros
Autor Huster, Claudia Peixoto
Orientador Salles, Jerusa Fumagalli de
Co-orientador Sbicigo, Juliana Burges
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Neuropsicologia.
Assunto Neuropsicologia
Resumo A avaliação neuropsicológica visa a realizar uma investigação detalhada das funções neurocognitivas, a fim de identificar as habilidades preservadas e deficitárias. Apesar de sua importância no tratamento do paciente com lesão cerebral, ainda há carência de instrumentos neuropsicológicos adaptados à realidade brasileira, especialmente para avaliação, em contexto breve, de funções específicas como linguagem compreensiva e memória semântica para adultos. O objetivo desse estudo é fornecer normas preliminares do Teste Token (TT) e do Teste Pirâmides e Palmeiras (TPP) para uma população de adultos brasileiros saudáveis, verificando a influência de variáveis sociodemográficas e uma possível relação entre os dois testes como evidência de validade. Participaram 95 indivíduos (58% sexo feminino), com idades entre 18 e 59 anos (M= 38; DP= 11,30), com escolaridade de Ensino Fundamental Incompleto à Ensino Superior Completo. Houve correlação positiva e moderada do TT com faixa etária (r=0,40; p<0,01) e fraca do TT com escolaridade (r=036; p<0,01), enquanto o TPP foi correlacionado fracamente com escolaridade (r=0,23; p<0,01). Foram produzidas tabelas normativas por idade e escolaridade para o TT e por escolaridade para TPP. Na faixa entre 40 e 59 anos, aqueles com maior escolaridade apresentaram maior escore que aqueles com menor escolaridade no TT (X2=4,91; p<0,05). Participantes com maior escolaridade apresentaram melhor desempenho em TPP (X2=7,38; p<0,05). Houve correlação positiva entre os dois testes (X2=0,27; p<0,01). O estudo fornece normas “preliminares” para os testes TT e TPP, uma vez que a pesquisa está em andamento com vistas à ampliação da amostra.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/142603
Arquivos Descrição Formato
000992825.pdf (1.126Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.