Repositório Digital

A- A A+

Consumo de forragem por novilhas de corte sob pastejo de papuã

.

Consumo de forragem por novilhas de corte sob pastejo de papuã

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Consumo de forragem por novilhas de corte sob pastejo de papuã
Outro título Forage intake by beef heifers on alexandergrass pasture
Autor Moura, Érica Dambrós de
Orientador Lobato, Jose Fernando Piva
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Adubação nitrogenada
Forragem
Novilha de corte
Papuã
Pastejo rotativo
[en] Angus
[en] Chromium oxide
[en] Nitrogen fertilization
[en] Rotational grazing
Resumo As pesquisas com utilização de adubação nitrogenada em papuã têm avaliado principalmente as características do pasto e a produção animal. Este trabalho foi realizado com o objetivo de estudar a eficiência de uso do nitrogênio em papuã por meio de informações sobre características da pastagem e consumo de forragem de novilhas de corte. O experimento foi desenvolvido na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), de janeiro a maio de 2014. Os tratamentos foram constituídos por doses de zero, 150 ou 300 kg/ha de nitrogênio (N), na forma de ureia. O método de pastejo foi o de pastoreio rotacionado, sendo utilizadas 16 novilhas-teste Angus, com idade e peso corporal (PC) médio inicial de 15 meses e 276,0 ±17,4 kg, respectivamente. Foi utilizado como critério de manejo do pasto a altura do dossel na ocasião da saída dos animais dos potreiros, mantendo-os em 30 cm de altura. A avaliação do consumo de forragem foi realizada dosificando duas novilhas-teste por piquete, com óxido de cromo (Cr2O3) como indicador externo da produção fecal, fornecendo-o por 11 dias (sete dias para adaptação e quatro dias para coleta fecal). O delineamento experimental foi o inteiramente casualizado, com medidas repetidas no tempo, com três tratamentos e duas repetições de área. Para as avaliações de consumo foram utilizadas quatro repetições por tratamento, onde cada animal foi considerado uma unidade experimental. A massa de forragem, lâminas foliares e colmos nos piquetes com 300 kg/ha de N foram 23,7%, 18,6% e 28,8% superiores, respectivamente, quando comparado a dose zero. O teor de PB foi 3,4% superior quando utilizado adubação nitrogenada de 300kg/ha em relação a dose de 150kg/ha de N (18,7%). Independente das doses de N utilizadas, as novilhas consumiram 2,2±0,09 kg MS/100kg PC de forragem. A adubação nitrogenada em papuã modifica a estrutura do pasto, aumentando a produção total e a qualidade da forragem. O uso de 150 e 300kg/ha de N aumenta a massa de lâminas foliares. Novilhas em pastejo em papuã adubado com 300kg/ha de N colhem forragem com maior teor de proteína bruta. A mudança na estrutura do dossel faz com que as novilhas reduzam o consumo de forragem ao final do ciclo de utilização do papuã.
Abstract Several researches on nitrogen fertilization in Alexandergrass have mainly assessed pasture characteristics and animal production. The efficiency of nitrogen in Alexandergrass through information on the features of pasture and forage intake by beef heifers was analyzed. This study was carried out at the Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Santa Maria RS Brazil, from January to May 2014. Treatments comprised doses of 0, 150 and 300 kg/ha of nitrogen (N), in form of urea. Experimental animals were sixteen Angus heifers with initial age and body weight (BW) of 15 months and 276.0 ± 17.4 kg, respectively. The grazing method was rotational with variable number of animals. Pasture management criterion comprised canopy height of 30 cm at the output of the animals from the paddocks. Forage intake was estimated in two heifers per paddock using chromium oxide (Cr2O3) as an indicator of fecal output. The dosing period was 11 days, with seven days for adaptation and four days for feces collection. The experimental design was completely randomized with repeated measurements over time, with three treatments (0, 150, 300 kg/ha N) and two area replications. Forage intake assessment comprised four replications per treatment in which each animal was the experimental unit. Forage, leaf blades and stems mass in paddock with 300 kg/ha of N were 23.7%, 18.6% and 28.8%, respectively, higher when compared to dose zero. Crude protein content (CP) was 3.4% higher at 300 kg/ha nitrogen fertilization when compared to dose 150kg/ha of N (18.7%). Regardless of N doses, heifers consumed 2.2±0.09 kg DM/100kg BW of forage. Nitrogen fertilization of Alexandergrass modified the pasture structure, increased total production and forage quality. Doses 150 and 300 kg/ha of N increased the leaf blades mass. Heifers grazing on Alexandergrass fertilized with 300 kg of N/ha harvest forage with the highest CP content. Changes in canopy structure makes reduce the forage intake at the end of the Alexandergrass cycle.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/142693
Arquivos Descrição Formato
000994367.pdf (942.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.