Repositório Digital

A- A A+

Desenvolvimento moral na educação infantil : o que pensam as educadoras

.

Desenvolvimento moral na educação infantil : o que pensam as educadoras

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desenvolvimento moral na educação infantil : o que pensam as educadoras
Autor Santos, Diana Leonhardt dos
Orientador Freitas, Lia Beatriz de Lucca
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Autonomia
Conflito
Desenvolvimento moral
Educação infantil
Educadores infantis
[en] Autonomy
[en] Early childhood education
[en] Moral development
Resumo Este estudo investigou a concepção de professoras que trabalham em escolas de educação infantil sobre educação moral, autonomia e resolução de conflitos no espaço escolar. Participaram 10 professoras titulares de quatro escolas particulares de Porto Alegre, com média de 29,9 anos de idade e tempo de atuação de 7 meses a 20 anos. Utilizou-se dois instrumentos: (a) questionário sobre formação e trabalho das educadoras e (b) entrevista semiestruturada sobre autonomia. Os dados foram submetidos à análise de conteúdo. Os resultados indicam que autonomia é entendida pela maioria das participantes como relacionada a habilidades e capacidades exclusivamente individuais e como sinônimo, muitas vezes, de independência. A forma como interferem nas situações de conflito que ocorrem entre seus alunos proporciona, na maioria das vezes, o desenvolvimento da heteronomia em detrimento da autonomia moral.
Abstract This study investigated the conception of teachers who work with early childhood education about moral education, autonomy and conflict resolution at school. Ten teachers of four private schools in Porto Alegre, averaging 29.9 years of age and time of working from 7 months to 20 years, participated. Two instruments were used: (a) a questionnaire about the teachers’ training and their work and (b) a semi-structured interview about autonomy. The data were content analyzed. The results indicated that autonomy is perceived by most participants as related to individual skills and capabilities and often as a synonym of independence. The way they interfere in the conflict situations that occur between students provides, in most cases, the development of heteronomy instead of moral autonomy.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/142726
Arquivos Descrição Formato
000875900.pdf (3.338Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.