Repositório Digital

A- A A+

Do cerrado à Amazônia : as estruturas sociais da economia da soja em Mato Grosso

.

Do cerrado à Amazônia : as estruturas sociais da economia da soja em Mato Grosso

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Do cerrado à Amazônia : as estruturas sociais da economia da soja em Mato Grosso
Autor Castrillon Fernández, Antonio João
Orientador Anjos, José Carlos Gomes dos
Data 2007
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Rural.
Assunto Análise econômica
Colonização
Desenvolvimento rural
Espaço rural
Estrutura social
Mato Grosso
Migração interna
Processo social
Produção agrícola
Relações sociais
Soja
[en] Mato Grosso state
[en] Rural development
[en] Society and economy
[en] Soy expansion
Resumo O esforço principal deste trabalho é realizar uma análise sociológica do processo de expansão das lavouras de soja nas áreas de Cerrado em direção às áreas de Floresta Amazônica, com foco no estado de Mato Grosso, a partir do recorte específico do processo de aquisição de terras, que leva em consideração quatro dimensões analíticas: dimensão econômica, dimensão cultural, dimensão política e dimensão ambiental. A característica diferencial desta proposição é que as dimensões selecionadas não serão trabalhadas, enquanto recursos teórico-metodológicos, de forma isolada, autônoma e independente uma das outras, como tem sido recorrente aos estudos do tema do “desenvolvimento da agricultura”. Contrário a essa perspectiva, propõe-se apreender as diferentes dimensões que dinamizam a expansão da atividade agrícola a partir das relações de interdependência que os agentes estabelecem entre si. O elemento central da análise é deslocado da unidade de cada dimensão (econômico, político, cultural) para o conjunto de relações que as dimensões selecionadas estabelecem entre si, formando um verdadeiro campo de relações de força, aqui definido como configurações sociais do processo de expansão das lavouras de soja.
Abstract The main effort of this work is to carry through a sociological analysis of the process of expansion of the soy farming in Savanna areas in direction to the areas of Amazonian Forest, with focus in the state of Mato Grosso, from the specific clipping of the process of acquisition of lands, that takes in consideration four analytical dimensions: economic dimension, cultural dimension, politics dimension and ambient dimension. The distinguishing characteristic of this proposal is that the selected dimensions will not be worked, as resources theoretician-methodology, of isolated form, independent one of the others, as has been recurrent to the studies of the subject of the “development of agriculture”. The opposite to this perspective, is considered to apprehend the different dimensions that dynamisms the expansion of the agricultural activity from the interdependence relations that the agents establish between itself. The central element of the analysis is dislocated from the unit of each dimension (economic, politician, cultural) for the set of relations that the selected dimensions establish between itself, forming a true field of force relations, defined here as social configurations of the process of expansion of the soy farming.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/14276
Arquivos Descrição Formato
000660540.pdf (6.812Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.