Repositório Digital

A- A A+

Formação multiprofissional como tecnologia para qualificar a atenção primária à saúde no SUS : avaliação de um programa de residência

.

Formação multiprofissional como tecnologia para qualificar a atenção primária à saúde no SUS : avaliação de um programa de residência

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Formação multiprofissional como tecnologia para qualificar a atenção primária à saúde no SUS : avaliação de um programa de residência
Autor Demarco, Egidio Antonio
Orientador Baldisserotto, Julio
Co-orientador Rocha, Cristianne Maria Famer
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Atenção primária à saúde
Internato e residência
Saúde da família
Tecnologia biomédica
[en] Brazilian Health System
[en] Health Interprofessional Residency
[en] Health Technology Assessment
[en] Primary Health Care
Resumo A Estratégia de Saúde da Família foi implantada pelo Ministério da Saúde, em 1994, para orientar o sistema de saúde brasileiro em direção a Atenção Primária à Saúde. A partir de então, a ampliação da cobertura de equipes de ESF tem estado entre as metas de governo. Para consecução deste propósito, o perfil dos profissionais e a formação se caracterizam como um grande diferencial, com papel determinante em uma reorientação desta magnitude e abrangência. A Residência Multiprofissional em Saúde foi uma das políticas criadas neste sentido. O Grupo Hospitalar Conceição oferece esta modalidade de formação desde 2004. Objetivo: Avaliar a adequação do Programa da Residência Integrada em Saúde, na ênfase Saúde da Família e Comunidade, do GHC, como uma tecnologia de formação de profissionais em APS para o SUS, através de dados coletados junto aos seus egressos. Métodos: O delineamento é um estudo de caso descritivo com associação da metodologia quantitativa e qualitativa, orientado pela avaliação de inferência causal proposta por Habicht et al. A coleta das informações se deu de maneira virtual através de um questionário semiestruturado em formato autoaplicável. A população pesquisada foram 74 profissionais egressos do Programa formados entre os anos de 2005 e de 2008. Resultados: O estudo contou com a participação de 77% dos egressos do Programa. Os dados encontrados revelam uma população de profissionais jovens, predominantemente, do sexo feminino. Estes profissionais exercem suas atividades em 19 cidades, sendo que, na cidade de Porto Alegre se concentram mais de metade deles. 76% dos egressos estão vinculados ao setor público e 49% atuam diretamente na APS. A maioria dos participantes afirma que a formação alterou a forma de perceber a realidade em APS, melhorou suas habilidades e aumentou os conhecimentos. Conclusões: As evidências produzidas no estudo fornecem subsídios para considerar o Programa como uma tecnologia adequada à formação de profissionais de saúde em APS para o SUS.
Abstract The Family Health Strategy, an initiative from the Ministry of Health, started in 1994, providing guidelines to the Brazilian Health System towards Primary Health Care. Since then, there was a remarkable increase in the strategy coverage. To pursue this objective, the professional profiles and their formation are characterized as great differentials, with a pivotal role in a reorientation of such magnitude. The Health Interprofessional Residency was one of these government policies created with this scope, and the Grupo Hospitalar Conceição has been offering this continuum education course since 2004. Objective: To evaluate the fitting adequation of The Health Interprofessional Residency, emphasis in Family and Community Health, as a good technology to train health professionals in Primary Health Care in the context of Brazilian Health System, using data collected from professionals graduated in the Residency program. Methods: The design is based on a descriptive study case, associating quantitative and qualitative methodologies, relying on the evaluation of causal inference proposed by Habicht et al. The information was collected by a virtual mode with a semi structured and self-administered questionnaire. Professionals (74) that concluded the program between 2005 and 2008 were selected to be included in the sample. Results: The response rate was 77%. The population was mainly composed by young individuals, predominantly females. These individuals perform their professional activities in 19 different cities; more than 50% were working in the State capital city (Porto Alegre). From the individuals interviewed, 76% of them were public servants and 49% were working directly in Primary Health Care. Most of the participants stated that the training during Residency had significantly changed their view in relation to the reality in Primary Health Care, improving their skills and increasing their knowledge. Conclusion: The findings from this study show that the Residency Program could be considered a good technology for training Primary Health Care professionals for the Brazilian Health System.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/142762
Arquivos Descrição Formato
000821978.pdf (1.646Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.