Repositório Digital

A- A A+

Influência de agentes de desinfecção nas características de uma resina acrílica ativada por micro-ondas : estudo longitudinal in vitro

.

Influência de agentes de desinfecção nas características de uma resina acrílica ativada por micro-ondas : estudo longitudinal in vitro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Influência de agentes de desinfecção nas características de uma resina acrílica ativada por micro-ondas : estudo longitudinal in vitro
Outro título Influence in the characteristics of an acrylic resin microwave activated after disinfection of various chemical agents: a longitudinal in vitro study.
Autor Stello, Ruggiero Silveira
Orientador Fortes, Carmen Beatriz Borges
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Materiais odontologicos
Resinas acrílicas : Desinfecção
[en] Acrylic resins
[en] Dental materials. . .
[en] Desinfection
Resumo O objetivo deste estudo foi avaliar a influência dos agentes de desinfecção Hipoclorito de sódio 1%, solução de Digluconato de clorexidina 2%, Vinagre e Água oxigenada 10 v, em diferentes tempos de imersão, na micro dureza, rugosidade e cor na superfície de uma resina acrílica tipo 5. Foram confeccionados 180 corpos de prova (cp) divididos em 18 grupos com 10 cp cada. A microdureza, rugosidade e cor dos corpos de prova desses grupos foram avaliados após três períodos de imersão (30, 150 e 300 horas).Os resultados obtidos foram submetidos ao teste estatístico Kruskal-Wallis e comparações múltiplas de Dunn com nível de significância de 5%. Para a micro dureza Knoop os grupos que apresentaram diferença estatística significativa foram Clorexidina 30 horas, Hipoclorito 150 horas, Água Oxigenada 300 horas e Vinagre 300 horas. Para a rugosidade os grupos Hipoclorito, Água oxigenada e Vinagre mostraram diferença estatística significativa nos tempos de 30, 150 e 300 horas, enquanto que para o grupo Clorexidina foi em 150 e 300 horas. Para a variação de cor, os grupos que demonstraram um valor de ΔE≥3,3 comparado ao Grupo Seco (controle) foram Água oxigenada, Hipoclorito de sódio e Clorexidina após 30 horas; Água oxigenada, Hipoclorito e Vinagre após 150 horas; Água oxigenada, Hipoclorito e Clorexidina após 300 horas. Considerando as limitações deste estudo, podemos concluir que todas as soluções desinfetantes influenciaram a micro dureza, a rugosidade e a variação de cor na superfície da resina acrílica ativada por micro-ondas. A Clorexidina 2% e o Vinagre 4% foram aquelas que causaram alterações tardiamente (150 horas). As demais soluções causaram alterações desde o primeiro período de avaliação.
Abstract The aim of this study was to evaluate the micro hardness, roughness and color stability of four disinfecting agents (sodium hypochlorite 1% solution of chlorhexidine digluconate 2%, acetic acid4% and hydrogen peroxide 10v), at different times of immersion. It was made 180 specimens (sp) divided into 18 groups of 10 sp each. The micro hardness, roughness and color of the specimens of these groups were evaluated in three periods of immersion (30, 150 and 300 hours). The obtained results were submitted to Kruskal-Wallis and Dunn’s multiple comparison statics test, with a significant level of 5%. The results of Knoop hardness showed that the groups with statistical differences were Chlorhexidine 30 hours, Hypochlorite150 hours, Hydrogen peroxide and Vinegar 300 hours. For roughness, the groups Hypochlorite, Hydrogen peroxide and Vinegar showed a statistically significant difference in the three times of 30, 150 and 300 hours, while the Chlorhexidine group showed statistically significant differences for the time of 150 hours and 300 hours. For variation of color, the groups showed a clinically unacceptable value (ΔE ≥ 3.3), compared to Dry group (control), were Hydrogen peroxide, Sodium hypochlorite and Chlorhexidine in 30 hours of evaluation; in 150 hours were the groups of Hydrogen peroxide, Hypochlorite and Vinegar and 300 hours were the groups Hydrogen peroxide, Hypochlorite and Chlorhexidine. Among the limitations of this study, we conclude that all the disinfection agents had an influence in the micro hardness, roughness and color variation in the surface of an acrylic resin type 5. Chlorhexidine and Vinegar were the ones that lately showed alterations (150 hours). All the other solutions caused alterations since the first evaluation period.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/142770
Arquivos Descrição Formato
000828720.pdf (619.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.