Repositório Digital

A- A A+

Uso de misturas de y-butirolactona e líquido iônico bmi.bf4 como eletrólito de impregnação de capacitores eletrolíticos de alumínio

.

Uso de misturas de y-butirolactona e líquido iônico bmi.bf4 como eletrólito de impregnação de capacitores eletrolíticos de alumínio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso de misturas de y-butirolactona e líquido iônico bmi.bf4 como eletrólito de impregnação de capacitores eletrolíticos de alumínio
Autor Nobre, Katiúscia Machado
Orientador Martini, Emilse Maria Agostini
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Curso de Química Industrial.
Assunto Capacitores eletrolíticos
Líquidos iônicos
Resumo Os capacitores eletrolíticos de alumínio são importantes dispositivos utilizados em equipamentos eletrônicos em função da sua elevada capacidade de armazenamento de energia por unidade de volume. Entretanto, capacitores de baixa tensão têm ciclo de vida restrito devido ao eletrólito à base de água, utilizado para sua impregnação. Esse tipo de restrição constitui um problema tecnológico e incentiva a pesquisa de novos eletrólitos. Os líquidos iônicos, que são sais fundidos à temperatura ambiente, apresentam propriedades superiores às da água para a construção de capacitores, como alta condutividade, estabilidade térmica e química, baixa pressão de vapor e extensa janela eletroquímica. O objetivo deste trabalho é avaliar a potencialidade de misturas do líquido iônico tetrafluoroborato de 1-butil-3-metilimidazólio (BMI.BF4) com o solvente orgânico γ-butirolactona (GBL) como eletrólito de impregnação de capacitores eletrolíticos de alumínio. Para isso, foram realizadas medidas de condutividade de misturas de BMI.BF4 e GBL em diferentes frações molares e temperaturas, além de experimentos de espectroscopia de impedância eletroquímica e de voltametria cíclica para avaliar a interface Al/solução de impregnação. Os resultados mostram alta condutividade, maior facilidade de carga e descarga, estabilidade dos valores de resistência e capacitância em altas freqüências para as mais baixas frações molares do líquido iônico, confirmando a potencialidade do uso de misturas do líquido iônico BMI.BF4 e GBL como solução de impregnação de capacitores eletrolíticos de alumínio.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/142801
Arquivos Descrição Formato
000821253.pdf (2.044Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.