Repositório Digital

A- A A+

"José casou com Maroca e Antônio casou-se com Fina" : relações de gênero e violência e afetivo-sexual no Sul do Brasil (RS, 1889-1930)

.

"José casou com Maroca e Antônio casou-se com Fina" : relações de gênero e violência e afetivo-sexual no Sul do Brasil (RS, 1889-1930)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "José casou com Maroca e Antônio casou-se com Fina" : relações de gênero e violência e afetivo-sexual no Sul do Brasil (RS, 1889-1930)
Autor Barbosa, Carla Adriana da Silva
Orientador Guazzelli, Cesar Augusto Barcellos
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Primeira República
Relações de gênero
Rio Grande do Sul
Violência sexual
[en] Emotional and sexual violence
[en] First republic
[en] Frontier
[en] Gender roles
[en] Rio Grande do Sul
Resumo O enfoque desta pesquisa são as relações afetivo-sexuais na região da Fronteira do Rio Grande do Sul no período republicano (1889-1930); território amplamente identificado no imaginário popular com a violência, imagem esta que foi objeto de pesquisa de diversas obras de nossa historiografia. Entretanto, pouco destes estudos se valeram das reflexões sobre este tema e suas ligações com as identidades de gênero. Esta opção temática deve-se pela longevidade das práticas de vivência entre homens e mulheres unidos por laços afetivo-sexuais – procedimento estes ainda presentes em nossa contemporaneidade. Examinando estas relações através da crítica histórica, pretedeu-se encontrar os vetores pelos quais as dinâmicas sociais amplas são perpassadas. Ao nos focarmos nestes vínculos, objetivou-se ampliar o debate das múltiplas formas de manifestações sociais através de registros criminais, observando as permanências de hierarquias, contingências, conflitos e assimilações.
Abstract The focus of this research are the emotional-sexual relationships in the frontier of Rio Grande do Sulduring the Republican period (1889-1930),a territory widely identified with violence in the local’s common sense - an image that has been a research subject of several inquiriesby our historiography. However, few of these studies made use ofinsights of the gender theory in remark of this object, and fewer stillfocused in the private and public aspects of violence may influence these practices. This thematic option is due to the longevity of the living practices between men and women united by emotional-sexual ties - ways of living still present in our times. Examining gender relations in historical analysis, we now have at our disposal one of the important vectors by which social relations are pervaded. By focusing on these links, we aimed to broaden the debate the multiple forms of social manifestations expressed through criminal records, noting the permanence of hierarchies, contingencies, conflicts and assimilation.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/142927
Arquivos Descrição Formato
000994803.pdf (2.214Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.