Repositório Digital

A- A A+

Caracterização conformacional de saponinas

.

Caracterização conformacional de saponinas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização conformacional de saponinas
Autor Pedebos, Conrado
Orientador Verli, Hugo
Co-orientador Fachin, Laércio Pol
Data 2011
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Ciências Básicas da Saúde. Curso de Biomedicina.
Assunto Conformacao molecular
Glicosídeos
Saponinas
Resumo O estudo da interação entre ligantes e seus receptores-alvo tende a iniciar pela caracterização da conformação adotada pelos determinados compostos. Dessa forma, as saponinas, que são glicosídeos formados por uma porção hidrofílica, composta por carboidratos, e uma lipofílica, composta por um triterpeno ou um esteróide, foram identificadas como moléculas que possuem diversas ações e atividades biológicas. Entretanto, ainda existem muitas dificuldades na elucidação estrutural desses compostos, principalmente devido à alta flexibilidade encontrada nas regiões compostas por sacarídeos. Desafios adicionais ainda incluem o fato de muitas saponinas terem suas estruturas elucidadas em solventes não-aquosos, para o caso das saponinas Erucasaponina A e Estelatosídeo B, e a instabilidade química e a formação micelar, no caso da Quillaja saponaria – 21. Dessa forma, o presente trabalho emprega técnicas de modelagem molecular para realizar a caracterização conformacional em nível atômico de quatro saponinas (Erucasaponina A, Estelatosídeo B, Chikusetsusaponin IVa e Quillaja saponaria – 21), utilizando mapas de contorno de energia e simulações de dinâmica molecular para refinamento dos modelos. Os modelos tridimensionais das saponinas Erucasaponina A e Estelatosídeo B foram devidamente validados em solvente aromático (piridina) e um modelo adicional para cada uma foi proposto em ambiente fisiológico. A Chikusetsusaponin IVa e a Quillaja saponaria – 21 tiveram modelos construídos também, sendo que a formação micelar da última pode ser observada em solução aquosa e validada com dados experimentais. Assim, espera-se que os modelos obtidos demonstrem a força dos métodos computacionais na caracterização de biomoléculas e possam contribuir para futuras pesquisas envolvendo glicoconjugados.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/142937
Arquivos Descrição Formato
000856326.pdf (3.272Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.