Repositório Digital

A- A A+

Traços de uma haifa vermelha : um estudo sobre a cultura visual da sociedade palestina/israelense através de charges e ilustrações do artista palestino Abed Abdi (1972-1982)

.

Traços de uma haifa vermelha : um estudo sobre a cultura visual da sociedade palestina/israelense através de charges e ilustrações do artista palestino Abed Abdi (1972-1982)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Traços de uma haifa vermelha : um estudo sobre a cultura visual da sociedade palestina/israelense através de charges e ilustrações do artista palestino Abed Abdi (1972-1982)
Outro título Traces of a red haifa : a study of the visual culture from palestinian/israelian society through cartoons and illustrations made by the palestinian artist Abed Abdi (1972-1982)
Autor Figueiredo, Carolina Ferreira de
Orientador Marshall, Francisco
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Abdi, Abde, 1942-
Charge
Comunismo : Palestina
Cultura visual
Historia : Israel
História : Palestina
[en] Cartoon and illustration
[en] Communism
[en] Nation
[en] Palestinian art
Resumo Este trabalho tem por objetivo analisar a cultura visual presente em Israel e na Palestina durante as décadas de 1970 e 1980, através da singular interação entre o universo das imagens e a luta política da Palestina. O estudo parte da preocupação em compreender territórios e alcances da visualidade palestina, especialmente em decorrência da ruptura ocasionada a partir de 1948 – ano de criação do Estado de Israel, conhecido Nakba - e seus diversos desdobramentos. Visando aprofundar a compreensão das reverberações visuais na experiência política de artistas (e) palestinos/as, serão exploradas imagens de apelo cotidiano e de grande alcance, em especial charges e ilustrações, produzidas pelo artista palestino Abed Abdi entre os anos de 1972 e 1982: as primeiras, publicadas no jornal Al-Ittihad (1972-1981), e as segundas produzidas para a revista literária Al-Jadid (1980-1982). O recorte temporal escolhido ambienta um momento de uma rica produção do artista, devido suas posições ideológicas de esquerda, a filiação ao Partido Comunista de Israel e os estudos formais realizados em Dresden, elementos fundamentais da biografia de Abdi. Sua produção crítica e marcadamente política proporcionam retratos de um cenário complexo das relações entre Israel, Palestina, outros países do Oriente Médio e do restante do mundo no período. Assim, no entremeio da história e arte, visualidade e política, são abordadas temáticas como a construção identitária e historiográfica do Nakba, as produções artísticas do Nakba, a construção da Nação, a inserção do Comunismo, a natureza dos periódicos, a presença de uma intelectualidade palestina, entre outros. O problema, enfim, consiste na hipótese de uma centralidade do visual no processo de afirmação, discussão, enfrentamento e expressão das causas palestinas no século XX. Nesse cenário, as imagens produzidas por Abed Abdi durante as décadas de 1970 e 1980 encontram relevância ao fornecer um repertório visual que discute a Palestina em termos políticos, não apenas em suas relações com Israel e com um Mundo Árabe, mas a partir de seus próprios termos.
Abstract This work aims to analyze the visual culture presented in Israel and Palestine during the 1970s and 1980s, through the unique interaction between the images spectrum and the political struggle in Palestine. The study is concerned to understand territories and the scope of Palestinian visuality, especially due to the disruption caused since 1948 - the birthdate of the State of Israel, known as Nakba - and its various developments. To deepen the understanding of visual reverberations in the political experience of artists (and) Palestinians, it will be explored images of everyday appeal and far-reaching, specifically cartoons and illustrations produced by the Palestinian artist Abed Abdi between the years 1972 and 1982: the first ones published in the Al-Ittihad newspaper (1972-1981), and the second ones produced for the literary magazine Al-Jadid (1980-1982). The time frame chosen is set in a moment of a rich production of the artist, also due to his leftist ideological position, filiation to the Communist Party of Israel and the formal studies taken in Dresden, underlying elements to Abdi´s biography. His critical production, markedly political, provides pictures of a complex scenario of relations between Israel, Palestine, other Middle Eastern countries and the rest of the world in the period. Therefore, in between history and art, visuality and politics, it is addressed themes such as identity and historiographical construction of the Nakba, the artistic productions of the Nakba, the construction of the Nation, the insertion of Communism, the nature of the journals, the presence of Palestinian intellectuals, among others. The problem, finally, consists in the hypothesis of the centrality of the visual in the processes of afirmation, discussion, confrontation and expression of the Palestinian causes in the twentieth century. In this scenario, the images produced by Abed Abdi during the 1970s and 1980s are relevant because they provide a visual repertoire in discussing Palestine politically, not only in its relations with Israel and an Arab World, but from their own terms.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/142947
Arquivos Descrição Formato
000994745.pdf (5.025Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.