Repositório Digital

A- A A+

"Mamãe te ama, mas não te atura" : relatos sobre a experiência de gestação de mães com e sem depressão pós-parto

.

"Mamãe te ama, mas não te atura" : relatos sobre a experiência de gestação de mães com e sem depressão pós-parto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título "Mamãe te ama, mas não te atura" : relatos sobre a experiência de gestação de mães com e sem depressão pós-parto
Autor Schwochow, Monique Souza
Orientador Frizzo, Giana Bitencourt
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Infância e Família: Avaliação, Prevenção e Intervenção.
Assunto Família
[en] Motherhood
[en] Postpartum depression
[en] Pregnancy
Resumo A literatura ressalta a ligação entre a depressão pós-parto e relatos negativos da experiência de maternidade. A sobrecarga emocional presente nas vivências do processo de tornar-se mãe pode, freqüentemente, levar ao desenvolvimento da depressão pós-parto. Diante disto, o presente estudo buscou compreender as peculiaridades e as diferenças quanto à percepção da experiência de gestação em mãe com e sem depressão pós-parto. Participaram dessa análise seis mães, com idades entre 28 e 38 anos, que tiveram seus bebês a termo. Entre as participantes, três não apresentaram quaisquer transtornos de humor e três tiveram o diagnóstico de depressão pós-parto confirmado. Foi realizada uma Entrevista sobre a Gestação e o Parto, que serviu de base para a análise qualitativa desse estudo. Os achados dessa pesquisa indicaram que a elaboração da experiência de maternidade tem relação estreita com a forma como as mães lidam com a necessidade de adaptação frente à maternidade, bem como com o desejo e o planejamento – ou não – da gestação. Os resultados apóiam a sugestão da literatura que indica a presença de relatos negativos sobre a experiência de maternidade por mães deprimidas.
Abstract The literature highlights the connection between postpartum depression and negative stories of maternity experience. The emotional overload present in the experiences of becoming a mother can frequently lead to the development of postpartum depression. Due to this, the present study sought to understand the peculiarities and differences in the perception of pregnancy experience in mother with and without postpartum depression. Six mothers between 28 and 38 years old, who had their babies to the full term, participated in this study. Three of them did not show any mood disorders and the other three were diagnosed with confirmed postpartum depression. An Interview on Pregnancy and Childbirth, which formed the basis for the qualitative analysis of this study was performed. The findings of this research indicated that the development of maternity experience is related to how mothers deal with the need for adaptation forward to motherhood, as well as the desire and planning - or not - of pregnancy. The results support the suggestion in the literature that indicates the presence of negative reports about motherhood experience by depressed mothers.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/142956
Arquivos Descrição Formato
000992224.pdf (655.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.