Repositório Digital

A- A A+

Incidência de transtornos metabólicos subclínicos em bovinos leiteiros na região oeste de Santa Catarina

.

Incidência de transtornos metabólicos subclínicos em bovinos leiteiros na região oeste de Santa Catarina

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Incidência de transtornos metabólicos subclínicos em bovinos leiteiros na região oeste de Santa Catarina
Outro título Incidence of subclinical metabolic disorders in dairy cattle in western Santa Catarina
Autor Fiorentin, Eliana Lucia
Orientador Diaz Gonzalez, Félix Hilário
Co-orientador Rocha, Ricardo Xavier da
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Veterinária. Programa de Pós-Graduação em Ciências Veterinárias.
Assunto Dosagens bioquimicas
Epidemiologia
Manejo nutricional
Santa Catarina, Oeste
Transtorno metabólico
Vacas leiteiras
[en] Biochemical testing
[en] Dairy cows
[en] Epidemiology
[en] Metabolism
Resumo O manejo da vaca leiteira durante o período de transição tem sido objeto de estudo de diversas pesquisas devido às severas adaptações dos rebanhos animais ao metabolismo dos carboidratos, lipídeos e minerais no início da lactação. O objetivo deste estudo foi determinar a incidência de transtornos metabólicos subclínicos, dentre eles cetose, lipidose hepática, hipocalcemia, acidose ruminal, deficiência de fósforo, hipomagnesemia, e deficiência de cobre e zinco, em bovinos leiteiros da região Oeste do estado de Santa Catarina, durante os primeiros 30 dias de lactação. Além disso, buscou-se estudar a relação entre a presença destes transtornos subclínicos com a ocorrência de doenças do periparto em bovinos leiteiros. Foram avaliadas amostras de 15 rebanhos leiteiros manejados em sistemas de produção intensiva (Free Stall) e semi-confinamento em propriedades localizadas na região Oeste do estado de Santa Catarina. Dados de produção, reprodução e sanidade do rebanho e de cada animal utilizado no estudo foram registrados em um questionário, baseando-se nos registros da fazenda e nas observações durante a coleta. Foram coletadas amostras de sangue total para dosagem de beta-hidroxibutirato (BHB) e lactato através de monitores portáteis e fitas específicas; amostra de urina para determinação do pH em pHmetro portátil; e amostras de soro para determinações bioquímicas (cálcio total, fósforo, magnésio, AST e CK) por espectrofotometria UV-visível. Cobre e zinco foram dosados por espectrofotometria de absorção atômica. No presente trabalho, foram considerados pontos de corte para cetose subclínica concentrações séricas de BHB > 1,2 mmol/L, para lipidose hepática subclínica concentrações séricas de AST > 132 U/L e CK < 94 U/L, para hipocalcemia subclínica concentrações séricas de cálcio < 7,5 mg/dL, para acidose ruminal concentrações séricas de lactato > 2,2 mmol/L e pH urinário > 8,0; para deficiência de fósforo concentração sérica de fósforo < 2,5 mg/dL, para hipomagnesemia concentração sérica de magnésio < 1,7 mg/dL, para deficiência de cobre concentrações séricas de cobre < 32,8 μg/dL, e para deficiência de zinco concentrações séricas de zinco < 60 μg/dL. Foi encontrada incidência de 9% para cetose subclínica, 11% para lipidose hepática subclínica, 44,5% para acidose ruminal subclínica, 17,1% para hipocalcemia subclínica, 7,4% para hipomagnesemia subclínica, 10,7% para deficiência de cobre subclínica e 8,7% para deficiência de zinco subclínica. De acordo com os resultados da pesquisa, as incidências de cetose, lipidose hepática, acidose ruminal e hipocalcemia subclínicas no Oeste Catarinense são diferentes das encontradas em outros estudos. Os resultados relativos às deficiências subclínicas de magnésio, fósforo, cobre e zinco são os primeiros publicados no Brasil.
Abstract The management of dairy cows during the transition period has been studied in several works due to the severe adjustments that the animals are submitted in the metabolism of carbohydrates, lipids and minerals at early lactation. The aim of this study was to determine the incidence of subclinical metabolic disorders, including ketosis, liver lipidosis, hypocalcemia, ruminal acidosis, hypomagnesemia and , phosphorous, copper and zinc deficiency in dairy cattle from the western region of Santa Catarina state, during the first 30 days of lactation. In addition, we attempted to study the relationship between the presence of these disorders and the subclinical occurrence of peripartum diseases of dairy cattle. Blood samples from 15 dairy herds managed in intensive production systems (Free Stall) and semi-confined in properties located in the western region of Santa Catarina state were collected. Milk yield, reproduction and health data of the herd and of the animals were recorded in a questionnaire, based on the records of the farm and on the observations during collection. Whole blood samples were collected for measurement of beta-hydroxybutyrate (BHB) and lactate using portable monitors and specific tapes; urine sample to determine the pH in portable pHmeter; and serum samples for biochemical determination (calcium, phosphorus, magnesium, AST and CK) by UV-visible. Copper and zinc were measured by atomic absorption spectrophotometry. In this study, the cutoff points considered were as follows: for subclinical ketosis serum BHB concentrations > 1.2 mmol/L, for subclinical liver lipidosis serum AST concentrations > 140 U/L and CK concentrations < 94 U/L, for subclinical hypocalcemia serum calcium concentrations < 7.5 mg/dL, for ruminal acidosis serum lactate concentrations > 2.2 mmol/L and urine pH> 8.0, for phosphorus deficiency serum phosphorus concentration < 2.5 mg/dL, for hypomagnesemia serum magnesium concentration < 1.7 mg/dL, for copper deficiency serum copper concentrations < 32.8 mg/dL, for zinc deficiency serum zinc concentrations < 60 g/dL. Incidence of 9% was found for subclinical ketosis, 11% for subclinical liver lipidosis, 44.5% for subclinical ruminal acidosis, 17,1% for subclinical hypocalcemia, 7.4% for subclinical hypomagnesemia, 10.7% for subclinical copper deficiency and 8.7% for subclinical deficiency of zinc. According to the survey results, the incidence of subclinical ketosis, lipidosis, acidosis and hypocalcemia in western Santa Catarina differ from data found in the literature, while the data for magnesium, phosphorus, copper and zinc subclinical deficiencies are the first published in Brazil.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143003
Arquivos Descrição Formato
000995989.pdf (692.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.