Repositório Digital

A- A A+

Insatisfação e percepção da imagem corporal e sua associação com o índice de massa corporal em estudantes de ensino médio de escolas públicas de Porto Alegre/RS

.

Insatisfação e percepção da imagem corporal e sua associação com o índice de massa corporal em estudantes de ensino médio de escolas públicas de Porto Alegre/RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Insatisfação e percepção da imagem corporal e sua associação com o índice de massa corporal em estudantes de ensino médio de escolas públicas de Porto Alegre/RS
Autor Silva, Laís Souza da
Orientador Schuch, Ilaine
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Estado nutricional
Estudantes
Imagem corporal
Resumo Introdução: A imagem corporal pode ser entendida como a imagem que formamos em nossa mente a respeito de nosso próprio corpo. Esta sendo influenciada por diversos fatores, como, aspectos culturais, sociais, cmportamentais e afetivos. A prevalência elevada de insatisfação com a imagem corporal tem sido observada na última década, principalmente em escolares, pois é considerada como um fator de risco para a obesidade e transtornos alimentares. Objetivo: Avaliar a insatisfação e percepção da imagem corporal em estudantes do Ensino Médio de escolas Públicas de Porto Alegre e sua associação com o índice de massa corporal (IMC). Metodologia: Estudo transversal realizado com escolares matriculados no ensino médio de escolas públicas de Porto Alegre/RS. A amostra do estudo foi composta por 810 participantes. Para avaliar a percepção e insatisfação da imagem corporal foi utilizado a escala de nove silhuetas corporais proposta por Stunkard et al. O estado nutricional foi avaliado a partir do IMC, para adolescentes foi utilizado o escore Z de IMC para a idade e sexo, e para os adultos, foi utilizada para a classificação os pontos de corte ambos estabelecidos pela Word Health Organization (WHO). Resultados: A prevalência de sobrepeso encontrada foi de 18,6% e de 9,5% para obesidade. Entre os estudantes, 78,3% estavam insatisfeitos com sua imagem corporal. Além disso, houve associação estatisticamente significativa entre a insatisfação da imagem corporal com o sexo (p<0,05) e o IMC (p< 0,05). Em relação à percepção da imagem corporal, 50% dos obesos consideravam-se eutróficos. Conclusão: Os escolares apresentaram uma alta prevalência de excesso de peso, e a insatisfação corporal esteve associada com o sexo e o IMC. Também foi observada uma distorção da imagem corporal principalmente em obesos.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143073
Arquivos Descrição Formato
000868386.pdf (590.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.