Repositório Digital

A- A A+

Comparação entre os critérios de análise seminal da OMS de 1999 e de 2010 e contagem total de espermatozoides móveis

.

Comparação entre os critérios de análise seminal da OMS de 1999 e de 2010 e contagem total de espermatozoides móveis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação entre os critérios de análise seminal da OMS de 1999 e de 2010 e contagem total de espermatozoides móveis
Autor Zorzi, Patricia de Moraes de
Orientador Corleta, Helena von Eye
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Análise do sêmen
Espermatozóides
Fertilidade
[en] Male fertility
[en] Semen analysis
[en] Seminal parameters
[en] Sperm function
Resumo Introdução: Em torno de 15% dos casais apresentam o diagnóstico de infertilidade, sendo que 50% se devem a fatores masculinos. Diversos testes de função espermática são propostos para a avaliação da fertilidade, mas o espermograma é o principal exame para o diagnóstico de infertilidade masculina. O valor prognóstico das características seminais como concentração, morfologia e motilidade como marcadores de infertilidade masculina é confundido. A avaliação desses e a classificação quanto à normalidade dos mesmos permanece sendo tema de discussão frequente. Objetivos: Comparar as diferentes classificações de parâmetros seminais (OMS 1999, OMS 2010 e TMSC) e avaliar as características de pacientes em terapia de reprodução humana assistida que se relacionam com esses parâmetros. Métodos: Foi realizado estudo longitudinal, retrospectivo, baseado em revisão de banco de dados para avaliar as características e parâmetros seminais e comparar as mesmas conforme as classificações da OMS de 1999, OMS de 2010 e TMSC de 477 homens submetidos a investigação de infertilidade ou tratamentos de reprodução assistida na clínica Generar – Reprodução Humana, entre 2011 e 2015. Resultados: 401 pacientes tiveram alguma alteração pela OMS 1999, 223 pela OMS 2010 e 200 pela TMSC. O critério que mais alterou a condição de uma amostra seminal de anormal em 1999 para normal em 2010 foi a morfologia. Conclusão: Os parâmetros se tornaram menos rígidos de 1999 para 2010 alterando significativamente a proporção de indivíduos que deixaram de ser classificados como inférteis. A classificação baseada no TMSC pode ser útil na indicação de alguns tratamentos, mas não pode definir um indivíduo como fértil ou infértil em função de não levar em consideração a morfologia espermática.
Abstract Background: Approximately 15% of couples presenting the diagnosis of infertility, and 50% of cases are due to male factors. Several sperm function testing is proposed for the evaluation of male fertility, but sperm is the first test for the diagnosis of male infertility causes. The prognostic value of the seminal characteristics as concentration, morphology and motility as male infertility markers is often confused. Evaluation of semen parameters and classification for normality remains frequent topic of discussion. Objectives: Compare the different classifications of seminal parameters (OMS 1999, WHO 2010 and TMSC) and evaluate the characteristics of patients treated in assisted reproduction therapy relating to these parameters. Methods: Retrospective study based on chart review evaluated 477 semen samples from men undergoing investigation or infertility treatments in assisted reproduction between 2011 and 2015. Results: 401 patients were considered abnormal by the WHO 1999, 223 by WHO 2010 and 200 for TMSC. The criteria that most changed the classification was sperm morphology. Conclusion: The parameters have become less rigid 1999 to 2010 significantly changing the proportion of individuals who are no longer classified as infertile. The classification based on TMSC can’t define an individual as fertile or infertile regardless due to not take into account the sperm morphology, but may be helpful when it comes to the indication of the intrauterine insemination.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143091
Arquivos Descrição Formato
000992860.pdf (621.2Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.