Repositório Digital

A- A A+

Tempo despendido e fatores associados a atrasos entre a indicação e o uso de sondas enterais em um serviço de emergência : resultados de uma coorte prospectiva

.

Tempo despendido e fatores associados a atrasos entre a indicação e o uso de sondas enterais em um serviço de emergência : resultados de uma coorte prospectiva

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Tempo despendido e fatores associados a atrasos entre a indicação e o uso de sondas enterais em um serviço de emergência : resultados de uma coorte prospectiva
Outro título Spent time and factors associated with delays between the indication and the use of enteral feeding tubes in an emergency department : results of a prospective cohort
Outro título Tiempo gastado y los factores asociados con retrasos entre la prescripción y el uso de sondas enterales en un servicio de emergencia : resultados de una cohorte prospectiva
Autor Anziliero, Franciele
Orientador Beghetto, Mariur Gomes
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Cuidados de enfermagem
Intubação gastrointestinal
Nutrição enteral
Segurança do paciente
Serviços médicos de emergência
Tempo para o tratamento
[en] Emergency medical services
[en] Enteral nutrition
[en] Intubation gastrointestinal
[en] Nursing care
[en] Patient safety
[en] Time-to-treatment
[es] Atención de enfermería
[es] Intubacíon gastrointestinal
[es] Nutrición enteral
[es] Seguridad del paciente
[es] Servicios médicos de urgencia
[es] Tiempo de tratamiento
Resumo Introdução: Ainda que o uso de Sondas Nasoentéricas (SNE) pareça ser frequente em hospitais, são raros os estudos dimensionando a prevalência do procedimento e o tempo despendido entre indicação e seu uso, especialmente em Emergências. Nestes espaços assistenciais, os atrasos podem contribuir para a manutenção da superlotação e, também, configurarem-se como incidentes no processo assistencial. Objetivo: Conhecer o tempo entre a indicação da SNE e seu efetivo uso e entre as etapas intermediárias desse processo, além de dos fatores associados a atrasos. Método: Entre abril e junho de 2015, foram incluídos adultos admitidos em uma Emergência de um hospital universitário brasileiro em uma coorte prospectiva. Os pacientes foram acompanhados do momento da indicação ao efetivo uso da SNE, mesurando-se os tempos demandados em cada etapa e os possíveis fatores associados ao tempo despendido até a utilização da sonda (variáveis relacionadas à clínica do paciente ou ao processo de trabalho). Para avaliar os fatores associados a ao tempo despendido, adotou-se o modelo de Equações de Estimações Generalizadas (Generalized Estimating Equations – GEE), respeitando-se a distribuição Gamma da variável diferença de tempo. Para a comparação intrafatores foi adotado o teste de Bonferroni como teste Post Hoc. Resultados: Houve 150 inserções de SNE em 115 pacientes. A mediana de tempo entre a indicação e o uso da sonda foi 573 (IQR: 360 - 1093; mínimo: 63 – máximo: 3120) minutos. Analisando-se as diferentes subetapas do processo, foram identificados como fatores independentes de risco para maior tempo entre a indicação e o uso da SNE: inserção de SNE em paciente que não a utilizava antes do atendimento na Emergência, médico não entregar a prescrição de inserção de sonda ao enfermeiro, inserção de SNE na jornada de trabalho noturna, alocação do paciente na sala de cuidados intensivos, retardos na rotina médica, da nutrição e de enfermagem, uso de ventilação mecânica, noradrenalina e necessidade de jejum. Conclusão: O tempo entre a indicação e o uso de sonda nasoentérica foi elevado, excedendo 10 horas em metade dos casos. Fatores relacionados às condições clínicas dos pacientes e à gestão da assistência contribuiriam para o aumento neste tempo.
Abstract Background: Although the use of Nasoenteric tubes (NET) appears to be common in hospitals, few studies measure the prevalence of the procedure and the time between the indication and its use, especially in Emergencie Departement. In the Emergency Departament, delays may contribute to the maintenance of overcrowding and also being configured as incidents in the care process. Objective: Knowing the time spent between the indication of the NET and its effective use, as well as the times and factors associated to delays in sub-steps of process. Method: Between April and June 2015, patients adults admitted to an Emergency Departament of a Brazilian university hospital were included in a prospective Cohort. Patients were followed-up from the NET indication until its effective use. The spent time in each sub-step and the possible associated factors with the time taken to use the NET (variables related to the patient's clinical or work process) were analised. To evaluate the associated factors with time spent, the Generalized Estimating Equations model was adopted, respecting the Gamma distribution of variable "time difference". For intrafatores comparison was adopted Bonferroni test as a post hoc test. Results: There were 150 insertions NET in 115 patients. The median time between the NET indication and its use was 573 (IQR: 360-1093; minimum: 63 - maximum: 3120) minutes. Analyzing the different sub-steps of the process, were identified as independent risk factors for increased time between the NET indication and its use: NET insertion in patients who do not used before the Emergency Departement, doctor does not deliver the NET insert prescription to the nurse, NET insertion in the night working hours, patient allocation in intensive care room, delays in medical, nutrition and nursing routine, patients undergoing mechanical ventilation, norepinephrine and need fasting. Conclusion: The time between the NET indication and its use was high, exceeding 10 hours in half the cases. Factors related to the patients' clinical conditions and the management of the assistance would contribute to the increase at this time lapse.
Resumen Introducción: Aunque el usio de Sondas Nasoentericas (SNE) parezca frequenteen Hospitales, son raros los estudios dimensionando el predominio el procedimiento y el tiempo dispensado entre indicación y el uso, especialmente em Emergencias. En estos espacios asistenciales, los atrasos pueden contribuir para el mantenimiento de la super población, tambien se configura como incidentes em el proceso asistencial. Objetivo: Conocer el tiempo entre la indicación de la SNE e su efectivo uso y entrelas etapas intermediarias de este proceso, además de los factores asociados a atrasos. Método: Entre abril y junio de 2015, fueron incluídos adultos admitidos em uma emergência de um hospital universitário brasileño em uma Cohorte prospectiva. Los pacientes fueron acompanados del momento de la indicacional efectivo uso de la SNE, mesurando los tiempo demandados em cada etapa y los posibles factores asociados al tiempo dispoensado hasta la utilización de sonda (variables relacionadas a la paraclinica del paciente al proceso del trabajo). Para evaluar los factores asociados al tiempo dispensado, se adopto el modelo de Ecuaciones de Estimativos Generalizadas (Genneralized Estimating Equations – GEE), respetando la distribución Gamma de la variable diferencia del tiempo. Para la comparación intra factores fue adoptado la tesis de Bonferroni como test Post Hoc. Resultados: hubo 150 inserciones de SNE em 115 pacientes. A mediano tiempo entre la indicación y el uso de la sonda fueron 573 (IQR:360 – 1093; mínimo:63 – máximo: 3120) minutos. Se analizan lãs diferentes sub etapas del proceso, fueron identificados como factores independientes de riesgo para mayor tiempo entre la indicacion y el uso de la SNE: ionserción de SNE em paciente que no la utilizaba antes de la atencion em la Emergencia, médico no entregar la prescripción de inserción de sonda al enfermero, inserción de SNE em la jornada de trabajo nocturno, transferência del paciente em la sala de cuidados intensivos, retardos em la rutina medica, del la nutricion y de Enfermería, uso de ventilación mecânica, noradrenalina y la necesidad de la ayuna. Conclusión: El tiempo ente la indicación y el uso de la sonda nasoenterica fue elevado, exediendose 10 horas em la mitad de los casos. Factores relacionados a lãs condiciones clinicas de los pacientes y de la gestion de la Asistencia contribuyeron para el aumento en este tiempo.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143105
Arquivos Descrição Formato
000996220.pdf (1.810Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.