Repositório Digital

A- A A+

Inovações nos repertórios de contestação : o confronto em torno do transporte público em Porto Alegre

.

Inovações nos repertórios de contestação : o confronto em torno do transporte público em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inovações nos repertórios de contestação : o confronto em torno do transporte público em Porto Alegre
Autor Silva, Camila Farias da
Orientador Silva, Marcelo Kunrath
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Manifestações públicas
Porto Alegre (RS)
Transporte público
[en] Demonstration
[en] Innovation
[en] Performance
[en] Public transportation
[en] Repertoire
Resumo A partir do estudo de eventos de protesto relacionados ao tema do transporte público, tendo as mobilizações de 2013 e seus desdobramentos como objeto empírico central, busca-se analisar como, através de diferentes performances que conformam tais eventos, são produzidas inovações nos repertórios de contestação. Para responder a este problema, foram estudadas as performances desenvolvidas nas manifestações que ocorreram em Porto Alegre nas últimas décadas e que tiveram como principal reivindicação a tarifa do transporte público. A literatura sobre as manifestações no Brasil em 2013 não desenvolve análises mais específicas sobre as inovações nos repertórios e nas performances identificadas. A literatura sobre “repertório” e sobre “performance” traz alguns elementos importantes para a compreensão do processo de inovação, porém tende a não apresentar uma sistematização ou um modelo explicativo para abordar tal processo. A proposta desta pesquisa é, portanto, avançar na formulação de um modelo que sistematize o processo de inovação nos repertórios de contestação, tendo como objeto as transformações nas manifestações sobre o transporte público em Porto Alegre. Como resultados, a pesquisa apresenta três mecanismos importantes no processo de inovação: adaptação, experimentação interativa (para explicação da emergência das performances) e rotinização (para explicação da incorporação no repertório). A entrada de novos atores no processo de mobilização foi uma característica central em 2013. O mecanismo de adaptação se daria através da trajetória desses atores e de dinâmicas de difusão. O mecanismo de experimentação interativa diz respeito a improvisações não previstas na interação. A rotinização das performances acontece através das noções de eficácia, de identificação, pela importância das organizações e pelo diálogo que estabelecem com o público. Algumas dimensões importantes no processo de inovação, que não foram previstas, apareceram no decorrer da pesquisa: o contexto político institucional, as disputas interpretativas sobre o confronto e os impactos das Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs), influenciando o processo de inovação nos repertórios de contestação.
Abstract This dissertation draws on previous studies on protest events related to the topic of public transport and particularly on studies that have as their main empirical object the Brazilian mobilizations in 2013 and their aftermath. It seeks to analyze how different performances that took place in such events produced innovations in contentious repertoires. To address this problem, we studied performances developed in demonstrations that took place in Porto Alegre in recent decades and that had as their main object the public transport fare. The literature on demonstrations in Brazil in 2013 does not develop more specific analysis of innovations in repertoires and performances. The literature on "repertoire" and "performance" indicates important elements for understanding the innovation process, but in general does not present a theoretical systematization or an explanatory model to explain this process. Therefore, the purpose of this research is to contribute for the construction of a model that systematizes the innovation process in protest repertoires. For this purpose, we define as our object the transformations in demonstrations focused on public transportation in Porto Alegre. Our results suggest that three important mechanisms affect innovation processes: adaptation, interactive experimentation (for explaining the emergence of performances), and routinization (for explaining the incorporation of repertoires). The arrival of new actors was a central feature in the mobilization process of 2013. The adaptation mechanism took place through the trajectory of these actors and diffusion dynamics. The interactive experimentation mechanism is about the unforeseen improvisations in interactions. The routinization of perfomances is mediated by: the notions of effectiveness and identification; the importance of organizations; and the dialogue established with the public. Some important dimensions of the innovation process, which were not foreseen, were identified during the research: the political and institutional context, the interpretative disputes over confrontation and the impact of Information and Communication Technologies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143124
Arquivos Descrição Formato
000996107.pdf (3.483Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.