Repositório Digital

A- A A+

Biodisponibilidade da gordura em dietas para carnívoros : efeitos dietéticos e da espécie animal

.

Biodisponibilidade da gordura em dietas para carnívoros : efeitos dietéticos e da espécie animal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Biodisponibilidade da gordura em dietas para carnívoros : efeitos dietéticos e da espécie animal
Outro título Biodisponibility of fats in carnivores diets : dietary effects and animal specie
Autor Marx, Fábio Ritter
Orientador Kessler, Alexandre de Mello
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Cão
Digestibilidade
Gato
Gordura
Nutricao animal
[en] Beet pulp
[en] Cellulose
[en] Dogs
[en] Endogenous fat loss
[en] Mink
[en] Poultry fat
Resumo As gorduras são componentes importantes em dietas para carnívoros, porém o aproveitamento pelos animais sofre influência de fatores inerentes à composição das dietas, principalmente fibras e minerais, que precisam ser melhor estudados. Os trabalhos que avaliam as perdas endógenas de gordura nas fezes (PEGF) e os efeitos na digestibilidade aparente da gordura são escassos e divergentes. Desta forma, os objetivos destes estudos foram: determinar as PEGF em cães e mink; utilizar as PEGF para obtenção dos valores de digestibilidade verdadeira da gordura; além de avaliar os efeitos da composição de fibras dietéticas e a inclusão de emulsificantes no aproveitamento da gordura por cães. No primeiro estudo, as PEGF foram mensuradas em cães adultos. Dietas com níveis crescentes de gordura de frango foram utilizadas e as PEGF dos cães foram determinadas a partir de análises de regressão. As PEGF foram expressas em relação ao peso corporal (PC) dos animais, 155 mg/kg PV/dia, ou em relação ao consumo de gordura na matéria seca (MS), 7,9 g/kg MS consumida. A digestibilidade aparente total da gordura apresentou aumento conforme o consumo. A digestibilidade verdadeira total da gordura, corrigida para PEGF, não variou mediante o consumo de gordura. A relação entre PEGF e consumo de gordura foi maior em dietas com baixa gordura e explica o aumento na digestibilidade aparente da gordura quando concentrações maiores são consumidas. No segundo estudo, as PEGF foram determinadas em mink. Dietas com níveis crescente de óleo de soja foram formuladas e as PEGF avaliadas por regressão. Foi obtido o valor de 0,5 g/100g MS consumida, próximo ao relatado em cães. No terceiro estudo foi avaliada a influência das fibras dietéticas e da lecitina de soja na digestibilidade aparente da gordura em dietas para cães adultos. Foram avaliadas três fontes de carboidratos, amido de milho, celulose e polpa de beterraba, combinadas ou não à lecitina de soja. A polpa de beterraba reduziu a digestibilidade aparente e verdadeira da gordura em cães, aumentou o teor de umidade e elevou o escore fecal, porém ainda dentro da faixa considerada ideal. A lecitina de soja não apresentou efeito de melhora na digestibilidade dos macronutrientes e da energia das dietas.
Abstract Fats are important components of carnivores diets, however inherent factors of diets composition, mainly fibers and minerals, may affect its use by the animals, requiring further studies. Studies evaluating endogenous fat loss (EFL) and the effects on apparent total tract digestibility of fat are limited and divergent. The objectives of these studies were: to determine the EFL in dogs and mink; apply the EFL to calculated the true total tract digestibility of fats; and to evaluate the effects of dietary fiber composition and an emulsifying agent on fats digestibility in dogs. On the first study, the EFL was evaluated in adult dogs. Diets with increasing levels of poultry fat were used and the EFL was determined by regression analysis. The EFL was obtained according to the dogs’ body weight (BW) as 155 mg/kg BW/day, or according to dry matter (DM) fat intake, as 7.9 g/kg DM intake. The apparent total tract digestibility of fat increases according to the intake level. However, the true total tract digestibility of fat, EFL corrected, remained unaffected by fat intake. The relation between EFL and fat intake is higher for low fat diets and explains why the apparent digestibility increases according to intake. On the second study, the EFL was measured in mink. Diets with graded levels of soybean oil were offered and the EFL evaluated by regression. The value of 0.5 g/100 g DM intake was obtained, close to the reported with dogs. The third study assessed the influences of dietary fibers and soy lecithin on apparent total tract digestibility of fat in adult dog diets. Were evaluated three carbohydrate sources; corn starch, cellulose and beet pulp; combined or not with soy lecithin. The beet pulp decreased apparent and true total tract digestibility of fat in dogs, increased the moisture level of faeces and the faecal score, yet the faeces still had good quality. The soy lecithin did not improve digestibility of macronutrients and energy of diets.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/143158
Arquivos Descrição Formato
000996047.pdf (2.100Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.