Repositório Digital

A- A A+

A autonomia da vontade nos contratos internacionais diante do ordenamento jurídico brasileiro

.

A autonomia da vontade nos contratos internacionais diante do ordenamento jurídico brasileiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A autonomia da vontade nos contratos internacionais diante do ordenamento jurídico brasileiro
Autor Santos, Bibiana Macedo dos
Orientador Jaeger Junior, Augusto
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de especialização em Direito Internacional, Ambiental e Consumidor.
Assunto Autonomia da vontade
Contrato internacional
Direito internacional
[en] Conflict of laws in space
[en] Freedom of choice
[en] Globalization
[en] International contract
[en] International law
[en] United nations convention on contracts for the international sale of goods
Resumo Este trabalho tem o escopo de apresentar a evolução do princípio da autonomia da vontade e sua aplicação nos contratos internacionais. A internacionalização do Direito inicia-se por meio de tratados e convenções que são absorvidos pela legislação nacional para que os objetivos limiares do Direito sejam atendidos. Diante deste patamar e de um mundo cada vez mais globalizado, surgem alternativas para reger contrato de trabalho entre empregador e empregado quando da movimentação extraterritorial, entre elas o princípio da autonomia da vontade. Além desta possibilidade, serão analisados os elementos de conexão, provenientes do Direito Internacional Privado, para determinar qual legislação a ser aplicada no contrato internacional quando ocorrer o conflito de leis no espaço. Será também analisada autonomia da vontade como elemento de conexão, sua aplicabilidade na legislação alienígena, principalmente em convenções internacionais. Por derradeiro, realiza-se o estudo Convenção das Nações Unidas sobre os Contratos de Compra e Venda Internacional de Mercadorias, assim como a aderência do Brasil e sua aplicação em território nacional.
Abstract This work has the scope to present the evolution of the principle of freedom of choice and its application in international contracts. The internationalization of law begins through treaties and conventions that are absorbed by national legislation for the Law of the thresholds goals are met. Given this level and an increasingly globalized world, there are alternatives to govern international contract when extraterritorial movement, including the principle of freedom of choice. Apart from this possibility, the connecting elements will be analyzed from the Private International Law, to determine which law to apply in international contract when there is a conflict of laws in space. It will also be examined freedom of choice as a connecting element, its applicability in alien law, especially in international conventions. By last, carried out the study of the United Nations Convention on Contracts for the International Sale of Goods as well as the adherence of Brazil and its application in the country.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/143290
Arquivos Descrição Formato
000993305.pdf (213.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.