Repositório Digital

A- A A+

A manifestação da intuição na tomada de decisão instantânea pelos empreendedores da Serra Gaúcha

.

A manifestação da intuição na tomada de decisão instantânea pelos empreendedores da Serra Gaúcha

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A manifestação da intuição na tomada de decisão instantânea pelos empreendedores da Serra Gaúcha
Autor Morello, Andreia
Orientador Lopes, Fernando Dias
Data 2016
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Programa de Pós-Graduação em Administração.
Assunto Empreendedorismo
Processo decisório
Tomada de decisão
[en] Decisions-making process
[en] Experience
[en] Intuitive
[en] Rational
Resumo As decisões racionais ou intuitivas delimitam a vida das pessoas, gerando boas ou más consequências. São as decisões que geram oportunidades, desafios e incertezas. Até pouco tempo, a teoria gerencial era embasada nas premissas, de que, por critérios de racionalidade poderíamos dominar a vida e o destino das empresas. No entanto, em virtude de limitações envolvidas no processo decisório, como falta de tempo, excesso de informações, mudanças constantes e instabilidade tanto econômica quanto política, fizeram com que métodos suportados pela racionalidade, busquem apoio em conhecimentos gerados pela experiência acumulada pelo indivíduo. Esta dissertação visa abordar a tomada de decisão dos empreendedores, juntando aspectos da administração e da psicologia. Primeiramente uma abordagem da evolução do pensamento sobre a tomada de decisão é repassada, com conceitos que dão conta da racionalidade limitada e também de que o nível de incerteza e a complexidade inerente às decisões aumentaram. Após evidências teóricas mostrando como a intuição influencia a tomada de decisão, esperasse demonstrar como os empreendedores entrevistados utilizam a intuição para a tomada de decisões. Através de estudo de caso com oito empreendedores, foi possível apresentar aspectos que influenciam o comportamento dos empreendedores no exercício do processo decisório, demonstrando que suas decisões nem sempre seguem um processo racional descrito na literatura, mas respaldam-se muitas vezes em formas intuitivas e criativas que dependem muito mais de sua experiência e de sua percepção sobre oportunidades ou ameaças que propriamente uma planilha estatística. Como resultado, verificou-se que a intuição tem papel importante na formação da solução percebida pelos empreendedores, e como outros autores já colocaram, há uma grande dificuldade em colocar todos os elementos que compõem a tomada de decisão nos processos decisórios, fazendo com que o empreendedor recorra em muitas decisões, a fontes mais informais, como é o caso da intuição, que respondendo ao objetivo principal desta dissertação, constatou-se que possivelmente a experiência e a intuição sejam os elementos que mais auxiliam a tomada de decisão, principalmente na primeira e na terceira geração, conforme será demonstrado nesta dissertação.
Abstract Intuitive and rational decisions put a limit on people’s lives, resulting in good and bad consequences. The decisions generate opportunities, challenges and uncertainties. Until recently, management theory was grounded in assumptions that, by rational criteria we could dominate life and companies’ fate. However, due to limitations involved in the decision-making process, such as lack of time, information overload, constant changes and instability both economic and political made methods supported by rationality, seek support in knowledge generated by the accumulated individual experience. This work seeks to address the entrepreneurs’ decision-making, combining aspects of management and psychology. First of all an approach to thought evolving on the decision-making is checked on through concepts that take into account bounded rationality and also that the level of uncertainty and the inherent complexity of decisions increased. After theoretical evidences showing how the intuition influences the decision making-process, it is expected to demonstrate how interviewed entrepreneurs use intuition to make decisions. Through a case study with eight entrepreneurs, it was possible to present aspects that influence entrepreneurs’ behavior in the exercise of decision-making by demonstrating that their decisions do not always follow a rational process described in the literature, but often they are supported in intuitive and creative ways, which rely more heavily on their experience and their perception of opportunities or threats, than in a exactly statistical spreadsheet. As a result, it was found that intuition plays an important role in forming the solution perceived by entrepreneurs, and as others have already put, there is great difficulty in putting all the elements that make up the decision-making into decision-making processes, making the entrepreneur refers, in many decisions, the more informal sources, such as the intuition case, that responding to the main objective of this abstract , it was found that perhaps the experience and intuition are the factors that most help the decision making, especially in the first and in the third generations, as will be shown in this work.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143329
Arquivos Descrição Formato
000996580.pdf (1.619Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.