Repositório Digital

A- A A+

Cell proliferation rate in clinically healthy oral mucosa of crack cocaine users

.

Cell proliferation rate in clinically healthy oral mucosa of crack cocaine users

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cell proliferation rate in clinically healthy oral mucosa of crack cocaine users
Autor Matheus, Paula Daniele
Orientador Sant'Ana Filho, Manoel
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Fumo
Mucosa bucal : Doencas
Toxicologia
[en] Cellular proliferation
[en] Crack cocaine
[en] Drug addition
[en] Illicit drugs
[en] Mouth mucosa
Resumo Objetivo: Avaliar a taxa proliferativa de células esfoliadas da mucosa bucal clinicamente saudável de usuários de crack. Material e Métodos: esfregaços orais foram coletados de língua e assoalho bucal de 87 indivíduos, divididos em três grupos: os usuários de crack (CRCO), n = 26; fumantes / etilistas (SA), n = 26 e controles (C ), n = 35. Lâminas histológicas foram submetidas à técnica de impregnação pela prata para quantificação do número de AgNORs/núcleo. As imagens foram obtidas por um sistema de captura de imagem adaptado a um microscópio de luz em x1000 ampliação. A média AgNOR por núcleo (mAgnor) e a percentagem de células com mais de 1,2,3 e 4 AgNORs por núcleo (pAgNOR> 1,> 2> 3 um> 4) foram calculados. Resultados: As células esfoliadas de mucosa da língua SA (3,34 ± 0,51 AgNOR / núcleo) exibiram maior taxa de proliferação celular (p <0,05) quando comparado com C (2,81 ± 0,773 AgNORs / núcleo) e CRCO (2,87 ± 0,51 AgNORs / núcleo) . Um aumento (p <0,05) da mAgnor também foi observada nas células do assoalho bucal (3,55 ± 0,57) em comparação com SA C (3,18 ± 0,53) e CRCO (3,28 ± 0,39). Dados semelhantes foram encontrados usando pAgNOR>1,>2,>3 e > 4. Conclusão: usuários de crack não apresentaram alterações na taxa proliferativa celular da mucosa bucal. Diante dos dados apresentados, o consumo de cigarro, em combinação com o consumo de álcool, continua sendo o maior fator prejudicial à mucosa bucal.
Abstract Objective: The aim of this study was to evaluate cell proliferation rate of cells exfoliated from clinically healthy mucosa of crack cocaine users. Material and Methods: Oral smears were collected from tongue and floor of the mouth mucosa of 87 individuals divided into three groups: crack cocaine users (CrCo), n=26; smokers/alcohol drinkers (SA), n=26 and controls (C), n=35. Histological slides were silver-stained using AgNOR technique to evaluate cell proliferation rate. Images were obtained by an image capturing system adapted to a light microscope at x1000 magnification. Quantification considered 50 cells by smear in which the number of AgNOR dots was visually counted. Mean AgNOR numbers per nucleus (mAgNOR) and the percentage of cells with more than 1,2,3 and 4 AgNORs per nucleus (pAgNOR>1,>2>3 an>4) were calculated. Results: Cells exfoliated from tongue mucosa of SA (3.34±0.51 AgNOR/nucleus) exhibit higher cell proliferation rate (p<0.05) when compared to C (2.81±0.773 AgNORs/nucleus) and to CrCo (2.87±0.51 AgNORs/nucleus). An increase (p<0.05) in mAgNOR was also observed in floor of the mouth cells (3.55±0.57) in SA when compared to C (3.18±0.53) and CrCo (3.28±0.39). Similar findings were found using pAgNOR>1,>2,>3 e >4. Conclusion: Crack cocaine users did not present changes in cell proliferation rate of oral mucosa. Between the expositions studied here, cigarette smoking in combination with alcohol consumption remain as the most harmful factors to oral mucosa.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143365
Arquivos Descrição Formato
000868479.pdf (897.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.