Repositório Digital

A- A A+

A (im)possibilidade da extensão da cláusula aritral às partes não contratantes

.

A (im)possibilidade da extensão da cláusula aritral às partes não contratantes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A (im)possibilidade da extensão da cláusula aritral às partes não contratantes
Autor Fernandes, Nathalia Weddigen Cid
Orientador Squeff, Tatiana Cardoso
Data 2015
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Direito. Curso de especialização em Direito Internacional, Ambiental e Consumidor.
Assunto Arbitragem internacional
Solução de conflitos
[en] Arbitration clause
[en] Extension to non-parties
[en] Freedom of choice
[en] International arbitration
[en] Subrogation
Resumo A globalização, fomentada pelo crescimento exponencial das relações comerciais internacionais fez surgir à necessidade da criação e utilização de um método de solução de conflitos que seja mais rápido e eficaz que o poder judiciário e que crie uma solução econômica e técnica para os envolvidos. Assim surgiu a arbitragem. O presente trabalho busca fazer uma análise história, conceitual e jurisprudencial do instituto para poder solucionar questões práticas a que surgem na utilização deste, em especial a possibilidade da extensão da cláusula compromissária a terceiros não contratantes. Para tanto começamos a analise a partir do conceito, natureza jurídica e evolução histórica da arbitragem, para, no segundo momento analisar a relevância do princípio da autonomia da vontade na arbitragem e verificar a sua consequência através de casos práticos acerca da extensão da cláusula arbitral a partes não contratantes.
Abstract Globalization, encouraged by the exponential growth of international trade relations has given rise to the need for creation and use of a method of conflict resolution that is faster and more efficient that the judiciary and that can create an economic and technical solution for those involved. Thus arbitration arose. This study aims to analyze history, conceptual and jurisprudential the institute in order to resolve practical issues that arise in using this, in particular the possibility of extension of the arbitration clause to non-contracting third parties. Therefore we begin the analysis from the concept, legal and historical development of arbitration, and, after that, we will analyze the relevance of the principle of freedom of choice in the arbitration and verify its influence through case studies about the extent of the arbitration clause to non-Contracting Parties.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/143407
Arquivos Descrição Formato
000994892.pdf (1.456Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.