Repositório Digital

A- A A+

Atitudes de enfermeiros frente aos disgnósticos de enfermagem

.

Atitudes de enfermeiros frente aos disgnósticos de enfermagem

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Atitudes de enfermeiros frente aos disgnósticos de enfermagem
Autor Torres, Bruna Moser
Orientador Almeida, Miriam de Abreu
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Diagnóstico de enfermagem
Pesquisa em enfermagem
Processos de enfermagem
Resumo Introdução: O instrumento “Posições frente ao Diagnóstico de Enfermagem” (PDE) foi traduzido e validado para a língua portuguesa do Brasil e avalia, por meio de uma escala de diferencial semântico com 20 duplas de adjetivos antagônicos, as atitudes de enfermeiros frente aos Diagnósticos de Enfermagem (DE). Objetivos: Conhecer as atitudes de enfermeiros frente aos DE e comparar os resultados dessa pesquisa com os obtidos em estudo realizado em 2008. Metodologia: Trata-se de uma pesquisa quantitativa, transversal e descritiva comparativa, realizada com enfermeiros que utilizam o DE na prática assistencial de um hospital universitário. A coleta de dados foi realizada em 10 serviços de enfermagem com enfermeiros de diferentes turnos de trabalho e a amostra foi selecionada por conveniência. Utilizou-se o programa SPSS 18.0, teste de Pearson, Mann-Whithney e Kruskal-Wallis para análise dos dados. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da instituição. Resultados: De 172 participantes do estudo, 91,9% são mulheres e 42,4% têm entre 30 e 39 anos. O maior envolvimento dos entrevistados com DE é na prática clínica, e 63,95% afirmaram ter participado de pesquisas dessa temática. Não houve correlação significativa entre o escore total do PDE e as variáveis sexo e idade. Evidenciou-se que os formados há menos tempo são mais favoráveis aos DE. O item que obteve menor média (3,94) foi a dupla de adjetivos “Rotineiro e Criativo”; o item de maior média (6,03) foi “Sem importância e Importante”, demonstrando reconhecimento da importância do DE na profissão. Conclusão: Espera-se aprofundar o conhecimento sobre diagnósticos de enfermagem, promover ações educativas que possam melhorar as atitudes dos profissionais, especialmente dos formados há mais tempo, e obter subsídios para qualificar o cuidado de enfermagem. Os resultados desta investigação podem contribuir para capacitações, fortalecendo a etapa do DE no Processo de Enfermagem.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143463
Arquivos Descrição Formato
000899323.pdf (687.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.