Repositório Digital

A- A A+

Perfil de mulheres vítimas de violência no município de Porto Alegre no período de 2009 e 2010 segundo o Sistema de Notificação de Violência (SINAN) e sua relação com o âmbito odontológico

.

Perfil de mulheres vítimas de violência no município de Porto Alegre no período de 2009 e 2010 segundo o Sistema de Notificação de Violência (SINAN) e sua relação com o âmbito odontológico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil de mulheres vítimas de violência no município de Porto Alegre no período de 2009 e 2010 segundo o Sistema de Notificação de Violência (SINAN) e sua relação com o âmbito odontológico
Outro título Profile of female victims of violence in Porto Alegre between 2009 and 2010 according to the notification system of violence (SINAN) and its relation to the Odontologic scope
Autor Silva, Juliana Plegge da
Cesar, Melina de Oliveira
Orientador Figueiredo, Márcia Cançado
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Violência contra a mulher
[en] Notification of abuse
[en] Oral health
[en] Violence against women
Resumo Objetivo: Descrever os casos de violência contra a mulher notificados através dos SINAN, no período de 2009 e 2010, no município de Porto Alegre, e caracterizá-los quanto à idade, raça, local de ocorrência, tipo de violência, meio de agressão, consequências da violência, natureza da lesão, parte do corpo atingida, vínculo/grau de parentesco com a pessoa, evolução e encaminhamento. Metodologia: Utilizando as informações extraídas da base de dados do SINAN, um banco de dados foi construído no programa Microsoft Excel (2007). Resultados: Do total de 1278 notificações utilizadas, verificou-se que a média de idade das mulheres foi de 15,5 anos, e a maioria eram da raça branca (66%). O ambiente doméstico foi o local com maior ocorrência de casos (75,5%), e o tipo de violência mais expressivo foi a sexual (56,7%). Os agressores mais frequentes foram os amigos e conhecidos (16%), pai (13,7%), padrasto (13,3%) e mãe (12,3%). O espancamento foi o meio de agressão mais comum (38,6%), trazendo como consequência no momento da notificação o estresse pós-traumático (9,8%) e, durante a evolução do caso a alta da paciente (80,9%). A contusão foi a natureza da lesão mais constatada (9,8%), tendo a cabeça como o local mais prevalente para as agressões (10,4%). Conclusão: Através da análise dos casos notificados pode-se concluir que o perfil das mulheres vítimas de violência foram, em sua maioria, jovens e brancas; seus agressores foram pessoas próximas ou do núcleo familiar; o local de ocorrência mais frequente foi a residência; o tipo de violência mais comum foi a sexual; e a parte do corpo mais atingida foi a cabeça/face. Por essa razão, a atuação dos profissionais de saúde e em particular do cirurgiãodentista são de extrema relevância, tanto no diagnóstico dos casos, como no tratamento, orientação, notificação e encaminhamento da mulher vítima de violência.
Abstract Objective: To describe cases of reported violence against women through the SINAN, between 2009 and 2010, in Porto Alegre, and characterize them in terms of age, race, place of occurrence, type of violence, mean of aggression, consequences of violence, nature of the wound, injured body part, bond / kinship with the person, evolution and rounding. Methodology: Using the information extracted from the SINAN, a database was built using Microsoft Excel (2007). Results: From a total of 1278 notifications used, it was found that the average age of women was 15.5 years, mostly caucasian (66%). The domestic environment was the site with the highest occurrence of cases (75,5%), and the most expressive type of violence was sexual (56,7%). The most common aggressors were friends and acquaintances (16%), father (13,7%), stepfather (13,3%) and mother (12,3%). Beating was the most common mean of aggression (38, 6%), leading to a result, at the moment of the notification, the posttraumatic stress disorder (9,8%) and, during the evolution of the case to hospital discharge (80, 9%). Bruise was the nature of lesion most found (9,8%), being the head the most prevalent location for assaults (10,4%). Conclusion: The analysis of reported cases can be concluded that the profile of women victims of violence were mostly young and white, his attackers were people nearby, or the nuclear family, the most frequent site of occurrence was the residence; the type of violence was the most common sexual and body part affected was the head / face. For this reason, the role of health professionals and in particular of the dentist are very important both in diagnosis of cases, as in treatment, counseling, notification and referral of women victims of violence.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143513
Arquivos Descrição Formato
000862933.pdf (1.098Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.