Repositório Digital

A- A A+

Seguimento do tratamento medicamentoso pelo transplantado renal

.

Seguimento do tratamento medicamentoso pelo transplantado renal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Seguimento do tratamento medicamentoso pelo transplantado renal
Autor Borges, Daniela Emerim
Orientador Thomé, Elisabeth Gomes da Rocha
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Conduta do tratamento medicamentoso
Quimioterapia
Transplante de rim
Uso de medicamentos
[en] Drug therapy conduct
[en] Kidney transplant
[en] Quemotherapy
[en] Use of medications
Resumo O transplante renal é considerado por muitos profissionais da saúde a mais eficiente terapia substitutiva renal, por proporcionar maior qualidade de vida, se comparado à diálise. Entretanto, para a manutenção do enxerto, é necessário o seguimento de um complexo tratamento medicamentoso que pode trazer implicações para a vida dos transplantados. Esse trabalho objetivou identificar as formas como o seguimento do tratamento medicamentoso pelo transplantado renal acontece, através de um estudo descritivo, transversal e quantitativo. O local do estudo foi o ambulatório de transplante renal do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e a coleta de dados deu-se através de entrevistas estruturadas, com 78 transplantados renais. Para a análise descritiva dos dados, calcularam-se as frequências das características avaliadas. Os resultados demonstraram que essa população tinha maioria do sexo masculino, entre 50 e 65 anos e apresentava vulnerabilidades sociais como escolaridade e renda baixas. Predominaram os tratamentos prévios por hemodiálise e os transplantes com doadores falecidos. Os imunossupressores mais utilizados foram prednisona, micofenolato (mofetil ou sódico) e tacrolimus. Antiulcerosos, anti-hipertensivos e antibiótico profilático também apareceram consideravelmente. Encontrou-se maioria dos pacientes comprometida com o tratamento medicamentoso. O Sistema Único de Saúde apareceu como fonte principal de acesso aos medicamentos e 43,6% admitiu necessitar de auxílio para manter o tratamento. A maioria dos transplantados negou interferências, 91% conhecia a importância e 76,9% reconheceu a dependência desse tratamento. Concluiu-se que a maior parte dos transplantados menospreza os efeitos colaterais e eventos adversos dos medicamentos utilizados, fato creditado ao entendimento dos medicamentos como substitutos da desgastante terapia dialítica.
Abstract Kidney transplantation is considered by many health professionals as the most efficient renal replacement therapy by providing higher quality of life compared to dialysis. However, to keep the graft, it’s necessary to follow a complex medical treatment that could have implications for the life of graft recipients. The aim of this study was to identify how the following of drug therapy for kidney transplant occurs. This is a descriptive, transversal and quantitative study, which was placed at the kidney transplant ambulatory of the Hospital de Clinicas de Porto Alegre. Data was collected through structured interviews with 78 kidney transplanted. For the descriptive analysis, the frequencies of traits were calculated. The results showed that this population was mostly male, between 50 and 65 years and presented social vulnerabilities as low education and income. Previous treatments by hemodialysis and transplants from deceased donors were prevalent. Immunosuppressive drugs most used were Prednisone, Mycophenolate (mofetil and sodium) and Tacrolimus. Omeprazole, antihypertensive drugs and prophylactic antibiotic also appeared considerably. Most of the patients was committed with drug treatment. The Sistema Único de Saúde appeared as the main source of access to medicines and 43.6% admitted needing some kind of assistance to sustain the treatment. Most transplanted Said that the treatmen didn´t interfer in their lives , 91% knew its importance and 76.9% recognized their dependence on it. Most transplanted underestimates the colateral effects and adverse events caused by the use of the drugs, probably because they see the drugs as substitutes for the exhausting dialysis.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143521
Arquivos Descrição Formato
000899326.pdf (561.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.