Repositório Digital

A- A A+

Cirurgia bariátrica no tratamento da obesidade com enfoque no metabolismo ósseo e na incidência de câncer

.

Cirurgia bariátrica no tratamento da obesidade com enfoque no metabolismo ósseo e na incidência de câncer

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cirurgia bariátrica no tratamento da obesidade com enfoque no metabolismo ósseo e na incidência de câncer
Autor Casagrande, Daniela Schaan
Orientador Schaan, Beatriz D'Agord
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Médicas: Endocrinologia.
Assunto Cirurgia bariátrica
Neoplasias : Prevenção e controle
Obesidade : Complicações
Remodelação óssea
Resumo O objetivo dessa tese foi estudar alguns aspectos relacionados aos benefícios e prejuízos da cirurgia bariátrica. Para tanto, dois artigos são apresentados, visando avaliar as alterações no metabolismo ósseo após a cirurgia bariátrica através de um estudo de coorte e a incidência de câncer através de revisão sistemática e meta-análise. O artigo 1 intitulou-se “Alterações na densidade mineral óssea em mulheres após um ano da cirurgia de bypass gástrico” e teve como objetivo avaliar as alterações na densidade mineral óssea (DMO), composição nutricional e marcadores de reabsorção óssea antes e após 1 ano de gastroplastia redutora com derivação gastrojejunal em Y de Roux (GRYR). Foram incluídas 22 mulheres com obesidade classes II-III, idade 37,2 ± 9,6 anos, 86% brancas, 77,2% pré-menopáusicas. O índice de massa corporal pré-operatório (IMC) era 44,4 ± 5,0 Kg/m2 e após 1 ano, 27,5 ± 4,5 Kg/m2 (p <0,001). A 25-OH-vitamina D foi semelhante em ambos os momentos [11,7 (9,7-18,0) vs. 15,7 (10,2-2,7) pg/dL, p = 0,327]. Houve aumento do paratormônio (45,4 ± 16,7 vs. 62,7 ± 28,9 pg/ml, p=0,026) e do N-telopéptido sérico (16,3 ± 3,4 vs. 38,2 ± 7,0 nMBCE, p<0,001) no pós-operatório, evidenciando aumento de reabsorção óssea. A DMO diminuiu após a cirurgia na coluna lombar (1,13 ± 0,11 vs. 1,04 ± 0,09 g / cm ², p=0,001), colo do fêmur (1,03 ± 0,15 vs. 0,94 ± 0,16 g/cm ², p=0,001) e fêmur total (1,07 ± 0,11 vs. 0,97 ± 0,15 g/cm ², p=0,003. Concluímos que a deficiência de vitamina D e aumento de reabsorção óssea ocorreram precocemente após a cirurgia bariátrica, sendo parcialmente responsáveis pela redução de DMO observada nas pacientes. O artigo 2 intitulou-se “Incidência de câncer após a cirurgia bariátrica: revisão sistemática e meta-análise” e teve como objetivo fazer uma revisão sistemática com meta-análise de estudos observacionais para avaliar a possível associação da cirurgia bariátrica com o risco de câncer em pacientes no pós-operatório. Utilizamos as bases de dados Medline, Embase e Cochrane Library. De 898 estudos, 13 preencheram os critérios de inclusão (66.636 participantes). Nos estudos controlados, a cirurgia bariátrica foi associada à redução no risco de câncer (OR 0,42, IC 95% 0,24, 0,73, I2 = 93,3%, P para heterogeneidade <0,001). A taxa de incidência foi de 1,06 casos de câncer por 1000 pessoas-ano (IC 95% 0,64, 1,75, I2 = 96,0%; P para heterogeneidade <0,001) nos pacientes operados. Análises de sensibilidade por idade e sexo não mostraram diferenças. Na meta-regressão, verificou-se uma relação inversa entre o IMC inicial e a incidência de câncer após a cirurgia (beta coeficiente de -0,233, P <0,05). A cirurgia bariátrica se associa com redução do risco de câncer em indivíduos com obesidade grave. O acompanhamento a longo prazo de indivíduos que se submeteram à cirurgia bariátrica, com a devida publicação dos resultados, é de fundamental importância para determinar o diagnóstico e o tratamento dos possíveis efeitos adversos deste tipo de procedimento, assim como de igual importância é realizar estudos para avaliar o impacto da cirurgia bariátrica sobre o câncer, buscando o melhor equilíbrio entre vantagens e desvantagens.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/143559
Arquivos Descrição Formato
000902810.pdf (976.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.