Repositório Digital

A- A A+

Dor e consumo de analgésico após raspagem e alisamento radicular subgengival e sua relação com ansiedade pré-operatória

.

Dor e consumo de analgésico após raspagem e alisamento radicular subgengival e sua relação com ansiedade pré-operatória

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Dor e consumo de analgésico após raspagem e alisamento radicular subgengival e sua relação com ansiedade pré-operatória
Outro título Pain and analgesic consumption after subgengival scaling and root planning snd its relation with pre operative anxiety
Autor Bittarello, Ângela Caroline Nardi
Orientador Weidlich, Patrícia
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Curso de Odontologia.
Assunto Analgésicos
Periodontia : Doencas
[en] Periodontal debridement non-surgical
[en] Periodontal diseases
[en] Root planning
Resumo Este estudo longitudinal observacional tem por objetivo avaliar dor, ansiedade pré-operatória e uso de medicação analgésica no período pós-operatório em pacientes portadores de periodontite submetidos a tratamento periodontal não-cirúrgico. Trinta e nove pacientes portadores de periodontite e com indicação de raspagem e alisamento radicular subgengival (RASUB) foram tratados por alunos do curso de graduação ou de pós-graduação da Faculdade de Odontologia da UFRGS. Previamente ao início do procedimento, os pacientes responderam ao Inventário de Ansiedade Traço-Estado (IDATE) e à Escala de Ansiedade Dental de Corah (EADC) e preencheram a ficha de controle de dor para registro do nível de dor basal. Ao término da RASUB, os pacientes foram orientados a preencher a Ficha de Controle de Dor do Período Pós-operatório, composta por três instrumentos para medir dor - Escala Analógica Visual (EAV), Escala Numérica (EN) e Escala Verbal (EV). Dados sobre uso, tipo e horário da medicação foram coletados também nesta ficha. O paciente recebeu prescrição para uso de paracetamol em esquema de demanda. As avaliações foram realizadas na 2ª, 6ª, 12ª, 24ª e 48ª horas após a RASUB. As maiores medianas de dor foram reportadas para 2 e 6 horas do período pós operatório para os três instrumentos utilizados para mensurar dor, e após 24 horas obteve-se mediana zero para as três escalas. Dezenove pacientes (48,7%) fizeram uso de analgésico em algum dos momentos observados após a RASUB, e o consumo de analgésico foi significativamente maior até 12 horas (p=0,014). Indivíduos com escore mais elevados para IDATE apresentaram tendência a relatar maiores escores de dor ao longo de todos períodos observados. Pode-se concluir que o procedimento de RASUB gera dor de intensidade leve com maior expressão clínica até as 6 horas do período pós- operatório e que a maior frequencia de uso de analgésicos ocorre até 12 horas após o procedimento.
Abstract This longitudinal and observational study has the objective to evaluate pain, preoperative anxiety and consumption of analgesic in the postoperative period from patients with periodontitis who underwent to non-surgical periodontal treatment. Thirty-nine patients with periodontitis and in need of subgingival scaling and root planing (SSRP) were treated by undergraduate and graduate students from School of Dentistry at UFRGS. Before beginning the procedure, patients answered to State-Trait Anxiety Inventory (STAI), Corah’s Dental Anxiety Scale (DAS) and filled out the registration form for basal pain. At the end of the SSRP, patients were instructed to fill out the registration form for postoperative pain, consisting of three instruments to measure pain - Visual Analog Scale (VAS), Numerical Scale (NS) and Verbal Scale (VS). Data about medication usage, time and type of medication were also registered in this form. The patients received prescription to use paracetamol for optional use in the postoperative period. Evaluations were made on the 2nd, 6th, 12th, 24th and 48th hours after SSRP. Higher medians were reported at the 2nd and the 6th hours of the postoperative period for the three sclaes used to quantify pain and after the 24th hour all the scales had median equal to zero. Nineteen patients (48.7%) used analgesic at least once in the postoperative period after SSRP and the consumption of analgesic was significantly higher until the 12th hour of the postoperative period (p=0.014). Individuals with higher scores for STAI had the tendency to report higher pain scores for all observed periods. It can be concluded that SSRP provokes pain of mild intensity with higher clinical expression until the 6th hour of the postoperative period and higher frequency of analgesic consumpting occurs until the 12th hour after the procedure.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143567
Arquivos Descrição Formato
000900059.pdf (1.094Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.