Repositório Digital

A- A A+

Padrões de ocorrência da tartaruga marinha Chelonia Mydas no litoral do Rio Grande do Sul e verificação da presença de marcas de crescimento em ossos longos

.

Padrões de ocorrência da tartaruga marinha Chelonia Mydas no litoral do Rio Grande do Sul e verificação da presença de marcas de crescimento em ossos longos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Padrões de ocorrência da tartaruga marinha Chelonia Mydas no litoral do Rio Grande do Sul e verificação da presença de marcas de crescimento em ossos longos
Autor Trigo, Cariane Campos
Orientador Verrastro Viñas, Laura
Co-orientador Martins, Márcio Borges
Data 2000
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Ênfase em Zoologia: Bacharelado.
Assunto Zoologia
Resumo A tartaruga-verde, Chelonia mydas, possui ampla distribuição geográfica circuntropical, sendo conhecida em toda zona costeira brasileira. A espécie está incluída em diversas listas de espécies ameaçadas de extinção, sendo assim fundamental a elaboração de modelos demográficos que possam vir a subsidiar futuros planos de manejo. Contudo, muitos aspectos referentes à história de vida destes animais ainda são pouco conhecidos, por serem animais marinhos de difícil observação, especialmente durante o período que despendem nas áreas de alimentação e durante as grandes migrações. O presente estudo baseou-se na análise de 190 registros de encalhes de tattarugas marinhas, as quais foram coletadas de forma sistemática no litoral norte do Rio Grande do Sul, entre Torres e Mostardas, em um período de sete anos, entre março de 1994 e julho de 2000. Os objetivos foram caracterizar os padrões de ocorrência da espécie e desenvolver uma técnica histológica para verificar a existência de linhas de crescimento em ossos longos. Os 68 exemplares (35,8%) de tartarugas-verdes registrados indicam que a espécie é a segunda em número de ocorrências, sendo menos freqüente apenas que Caretta caretta (55,3%). Foi verificada apenas a ocorrência de exemplares juvenis (ccc= 29,0 - 48,0 em, média = 38,48 em), que estão iniciando o período de desenvolvimento costeiro. Foram registradas variações sazonais e anuais na freqüência dos encalhes. A espécie foi mais freqüente nos meses de verão (36,8%) e primavera (33,8%) e menos no inverno (22,0%) e outono (7,4%). A ocorrência de migrações para evitar os períodos de baixa temperatura causada pela corrente das Malvinas pode explicar estas flutuações, porém alterações nos ventos e nas correntes oceânicas ao longo do ano, bem como diferenças no esforço de pesca, podem afetar as taxas de encalhe. Fenômenos de nível globa~ como El Ninho, demonstraram afetar taxas de encalhes de mamíferos marinhos e podem ser responsáveis por flutuações interanuais em tartarugas marinhas. A partir da observação dos cortes histológicos pôde-se constatar a presença de linhas de crescimento ósseo apenas em dois de dez indivíduos. Estes resultados, somados a resultados obtidos por outros autores, indicam que a deposição de linhas pode ser muito variável e dependente de fatores ambientais, dificultando o seu emprego para gerar estimativas de idade.
Abstract The green turtle, Cheionia mydas, has a eireuntropical distribution and is found along the entire Brazilian coast. Tbe species is ineluded in several lists of endangered species, being crucial the elaboration of demographlc models that may guide future management plans for the species. However, many aspects ofthe life ofthis species are still poorly known, beeause ofthe difficulties of observation ofthese animais, especial1y in the feeding grounds and during its large migrations. This study is based on the analysis of 190 records of stranding of sea turtles, collected systematically in the northem coast of Rio Grande do Sul, Brazi~ between Torres and Mostardas, in a seven years period, from March 1994 to July 2000. The objective was to eharacterize the pattems of occurrence of the species and to establish a histological technique to verify the presence of growth marks in long banes. The 68 specimens recorded (35,8%) of green turtles indicate that the species is the second in number o f occurrences, being only less frequent tban Caretta caretta (55,3%). It was recorded only juvenile specimens (cec= 29,0 - 48,0 em, mean = 38,48 em), beginning the coastal development stage. Seasonal variations in the rates of strandings were observed. The species was more frequent in the summer (22,0%) and spring (33,8%), and less in the winter (22,0%) and autwnn (7,4%). The occurrence of migration to avoid the low temperatures of the Malvinas current may explain the pattem observed, however ehanges in the winds and oeeanic currents along the year, as well variation in the fishing effort may affeet the stranding rates. Global elimatie effects, as the El Ninho, may affeet stranding rates of marine mammals and can be responsible for inter annual variations in rates of sea turtles as well. Lines of growth were observed in the seetions of bumerus only in two of ten specimens. These results, in addition with results by others authors, indicate that deposition of lines may be very variable and dependent of environmental effeets, making difficult its utilization to generate age estirnations.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/143606
Arquivos Descrição Formato
000296300.pdf (9.360Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.