Repositório Digital

A- A A+

Conceitualização metafórica contrastiva português-francês : anatomia dos músculos

.

Conceitualização metafórica contrastiva português-francês : anatomia dos músculos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conceitualização metafórica contrastiva português-francês : anatomia dos músculos
Autor Steffen, Bruna
Orientador Reuillard, Patrícia Chittoni Ramos
Co-orientador Vandaele, Sylvie
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Fraseologia especializada
Língua francesa
Língua portuguesa
Tradução
[fr] Conceptualisation métaphorique
[fr] Indices de conceptualisation
[fr] Modes de conceptualisation
[fr] Phraséologie spécialisée
[fr] Traduction
Resumo O estudo da metáfora tem recebido uma atenção crescente no âmbito dos estudos da linguagem, pois a noção de metáfora conceitual trouxe novo enfoque ao que antes se considerava uma mera figura de linguagem. Segundo Lakoff e Johnson (2002), a metáfora conceitual é uma maneira de compreender e conceituar o mundo. A partir da Teoria da Metáfora Conceitual, desenvolveram-se conceitos (VANDAELE, 2000; VANDAELE; LUBIN, 2005; VANDAELE 2009) relacionados à conceitualização metafórica presente nos textos especializados e estudou-se sua importância para a tradução. Os chamados índices de conceitualização metafórica (ICs) são entendidos como unidades léxicas que permitem conceitualizar metaforicamente um de seus actantes no plano cognitivo devido a uma impressão de dissonância ligada a representações factivas e fictícias, ou seja, conceitualiza-se algo mais abstrato por meio de algo mais concreto, formando um modo de conceitualização, que será percebido pelo índice de conceitualização. Tal conceitualização é de extrema importância para a tradução, uma vez que o comportamento dos índices e mesmo os modos de conceitualização podem diferir entre as línguas. Buscando então servir de ferramenta para tradutores e de reflexão para os estudos da Tradução, este trabalho tem como objetivo fazer um reconhecimento da conceitualização metafórica relativa à anatomia dos músculos em português, para então compará-la à do francês. Para a formação dos corpora foram utilizados capítulos relacionados aos músculos em obras de Anatomia. Foi feito um levantamento dos ICs e se estabeleceram os modos em português, para então compará-los com um levantamento prévio de ICs em francês. Para a formação dos corpora foram utilizados capítulos relacionados aos músculos em obras de Anatomia. Foi feito um levantamento dos ICs e se estabeleceram os modos em português, para então compará-los com um levantamento prévio de ICs em francês. Para o fornecimento de equivalentes aos índices em português, nos baseamos na abordagem funcionalista da tradução, em que se observa o contexto de uso e a função da palavra no contexto, além do caráter sociocultural. Observou-se que os índices e modos de conceitualização metafórica podem se assemelhar bastante nas duas línguas.
Résumé L‘étude de la métaphore reçoit une attention croissante au sein des études du langage, surtout depuis que cette notion a jeté une nouvelle lumière sur ce qui était considéré auparavant comme une simple figure de style. D‘après Lakoff et Johnson (2002), la métaphore conceptuelle est une manière de comprendre et de conceptualiser le monde. À partir de la Théorie de la Métaphore Conceptuelle, des concepts (VANDAELE, 2000; VANDAELE; LUBIN, 2005; VANDAELE 2009) sur la conceptualisation métaphorique des textes spécialisés et leur importance pour la traduction ont été étudiés. Les indices de conceptualisation métaphorique (ICs) sont des unités lexicales permettant de conceptualiser métaphoriquement un actant sur le plan cognitif ; grâce à une impression de dissonance, quelque chose d‘abstrait est conceptualisé au moyen d‘une chose plus concrète et forme un mode de conceptualisation qui sera perçu par l‘indice de conceptualisation. Les modes de conceptualisation sont très importants pour la traduction, puisque le comportement des indices ou même des modes de conceptualisation peuvent différer entre les langues. Il s‘agit de fournir un outil pour les traducteurs et de contribuer à la réflexion sur les études de la Traduction. Cette étude a pour objectif de repérer les indices de conceptualisation métaphoriques relatifs à l‘anatomie des muscles en portugais, pour mener ensuite une comparaison avec le français. Les corpus sont composés de chapitres portant sur les muscles, tirés d‘ouvrages d‘anatomie. Un prélèvement des ICs et l‘établissement des modes en portugais ont été effectués pour les comparer ensuite avec un prélèvement préalable en français. Pour fournir des équivalents aux indices en portugais, on s‘est basée sur l‘approche fonctionnaliste de la traduction qui observe le contexte d‘utilisation et la fonction du mot dans le contexte, en plus de son caractère socioculturel. On a observé que les indices et les modes de conceptualisation se semblent beaucoup dans les deux langues.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143627
Arquivos Descrição Formato
000997130.pdf (1.607Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.