Repositório Digital

A- A A+

Jovens e política na imprensa estudantil : o periódico " O Julinho" (Porto Alegre/RS 1960)

.

Jovens e política na imprensa estudantil : o periódico " O Julinho" (Porto Alegre/RS 1960)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Jovens e política na imprensa estudantil : o periódico " O Julinho" (Porto Alegre/RS 1960)
Autor Prévidi, Giovanni Biazzetto da Silva
Orientador Almeida, Dóris Bittencourt
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Programa de Pós-Graduação em Educação.
Assunto História da educação
Imprensa escolar
[en] Education history
[en] Student's union
[en] Student press
[en] Writing culture
[en] Youth
Resumo A investigação busca pensar na História da Educação através de um olhar voltado para narrativas produzidas por jovens estudantes, sujeitos históricos que atribuem significados às experiências escolares que vivenciaram. Através dos rastros deixados por estes escreventes no periódico estudantil “O Julinho”, produzido pelo Grêmio Estudantil do Colégio Júlio de Castilhos da cidade de Porto Alegre/RS nos anos 1960, este estudo visa compreender como os estudantes se relacionavam com as questões políticas de sua época. Assim, por meio do estudo de um periódico estudantil, a pesquisa tem como intenção conhecer melhor como esses estudantes participavam politicamente do cotidiano escolar, quais os seus questionamentos referentes à sociedade em que viviam, quais os discursos que os afetavam e analisar seus posicionamentos frente às instituições presentes em suas vidas, instituições governamentais e instituição educacional em que estudavam. O tema de investigação se inscreve no campo da História Cultural, nos domínios da História da Educação, particularmente no campo da imprensa de educação e de ensino e da cultura escrita. Por meio desses aportes, a pesquisa tem por objetivo decifrar realidadesdo passado por meio de representações pelas quais os estudantes expressavam a si e o mundo. Para o desenvolvimento do trabalho, foram analisados 21 edições de “O Julinho” da década de 1960 que contam com aproximadamente 540 textos publicados. Após a análise da materialidade do objeto de pesquisa e de seu conteúdo discursivo, os textos foram classificados por temáticas. Desta classificação, recorreu-se aqueles que tratavam das questões políticas governamentais e educacionais, utilizando os textos dos editoriais e também aqueles que abordavam a temática da politização. A pesquisa tem por temporalidade a década de 1960. As indagações realizadas, as inferências e análises estão contextualizadas neste período específico. Os anos 1960 foram anos de significativas transformações sociais, decorridas do período do pós-guerra que influenciaram acontecimentos no Brasil. A pesquisa não dá voz aos estudantes, nem mesmo tem a pretensão de expor a verdade. O que se faz, ao trabalhar com os textos impressos, é falar de verdades. O que aqui se produz é uma narrativa a partir de outras narrativas, a partir dos escritos em um periódico estudantil. A proposta do estudo segue a trilha das representações dos escreventes, buscando as percepções destes referentes ao contexto político em que estavam inseridos. Ao longo do estudo, foi possível perceber especificidades relevantes do objeto de pesquisa, de seus escreventes e da instituição de ensino, particularidades estas não distantes do contexto histórico. A análise promoveu uma reflexão acerca dos sentidos produzidos pelos estudantes, pensando no quanto expressam posicionamentos políticos de uma sociedade, ou de uma parcela da sociedade. Através de seus escritos, compreendem-se questões geracionais e características identitárias de uma juventude. Há vida naquelas páginas. Assim, fiz uma leitura possível quanto à percepção e apropriação dos jovens escreventes referente ao contexto político em que estavam inseridos. Desenvolvi uma percepção das leituras de mundo, formas de expressão de uma parcela da juventude da década de 1960.
Abstract The research aims to think the Education History through a look focused on the narratives produced by young students, historical individuals who attribute meanings to school experiences they have lived. Through the trails left by these writers in the student newspaper "O Julinho", produced by the Student's Union of Júlio de Castilhos School, in Porto Alegre city, RS, in the 1960s, this study aims to understand how the students were related to political issues of their time. So by studying a student journal, the research intends to better understand how these students used to participate politically of the school routine, what were their questions about the society they lived, which discourses affected them and analyse their positions in the face of institutions present in their lives, government institutions and the educational institutions they have studied. The research theme signs up in the field of Cultural History in the area of Education History, particularly in the field of press of education and teaching and Writing Culture. Through these contributions, the study aims to decipher realities of the past through representations by which men express themselves and the world. For the development of the paper, were analyzed 21 editions of the "O Julinho" of the 1960s which have nearly 540 published texts. After analyzing the materiality of the research object and its discursive content, the texts were classified by theme. From this classification resorted to those that dealed with governmental and educational policy issues, using the texts of the editorial and also those that addressed the teme of politicization. The research's temporality is the 1960s of 20th century. The inquires made, the inferences and the analysis are contextualized in this specific period. The 1960s were years of significatives social transformations, consequences from the postwar period, that influenced happenings in Brazil. The research doesn't give voice to the students, not even has the pretension of expose the truth. What it makes by working with the printed texts is to speak of truths. What is produced here is a narrative starting other narratives, from the writings in a student journal. The study's proposal follows the trail of the representations of the scribes, looking for their perceptions about the political context they were inserted. Throughout the study was possible to perceive relevant specifics of the research objetc, of the scribes and of the educational institutions; particularities not distant of the historical context. The analysis promoted a reflexion about the meanings produced by the students, thiking in how much they express political positions of a society or of a society portion. Thorugh their writings is possible to understand generational issues and identity characteristics of the youth. There is life in those pages. So I made a possible reading concerning the young scribes perception and apropriation about the political context they were inserted. I developped a perception of the world readings, expression ways of a portion of the youth of the 1960s of 20th century.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143655
Arquivos Descrição Formato
000996515.pdf (1.564Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.