Repositório Digital

A- A A+

Controle do câncer do colo do útero : avaliação do programa de rastreamento em um serviço orientado pelos princípios da atenção primária à saúde

.

Controle do câncer do colo do útero : avaliação do programa de rastreamento em um serviço orientado pelos princípios da atenção primária à saúde

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Controle do câncer do colo do útero : avaliação do programa de rastreamento em um serviço orientado pelos princípios da atenção primária à saúde
Outro título Cervical cancer control: screening program evaluation in a primary care oriented health service
Autor Wilhems, Daniela Montano
Orientador Bozzetti, Mary Clarisse
Co-orientador Flores, Rui
Data 2012
Nível Mestrado profissional
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Atenção primária à saúde
Avaliação em saúde
Neoplasias do colo do útero
[en] Cervical Cancer Neoplasms
[en] Health Evaluation
[en] Primary Health Care
Resumo O câncer do colo do útero (CCU) é passível de prevenção e tratamento, quando detectado precocemente e seguido do efetivo tratamento. Ainda assim, é o terceiro tipo mais comum entre as mulheres no mundo e mantém-se como a quarta causa de morte por câncer em mulheres no Brasil. Em países desenvolvidos observou-se diminuição importante da incidência e mortalidade por CCU nas últimas décadas, principalmente após a implantação de programas organizados de rastreamento. Estes programas pressupõem uma rede de atenção coordenada de serviços, capazes de oferecer desde o rastreamento populacional com foco e cobertura no grupo mais suscetível até a garantia de tratamento de qualidade quando necessário. A oferta de exames citológicos do colo do útero tem sido uma importante estratégia para o controle deste câncer na população feminina no Brasil. Entretanto supõe-se que um percentual significativo de mulheres, com exames alterados no rastreamento, que são encaminhadas para avaliação colposcópica para confirmação diagnóstica não chega a fazê-la, e o sistema de saúde também não é eficiente para controlar adequadamente esse evento. Nesta direção, estudo observacional, tipo coorte histórica, foi realizado com usuárias de um serviço de Atenção Primária à Saúde (APS) em Porto Alegre, RS, Brasil. O objetivo principal foi avaliar o programa de rastreamento desenvolvido neste serviço, principalmente em relação ao seguimento dos casos positivos identificados no rastreamento. Todas as mulheres que apresentavam lesões precursoras de câncer do colo do útero, no exame citológico (CP), entre 2001-2007, foram elegíveis para o estudo e acompanhadas até agosto de 2011. Avaliou-se a condição prévia de rastreamento, o diagnóstico/tratamento e o seguimento. Para a análise da qualidade do cuidado foram considerados o alcance dos atributos da APS (acesso, longitudinalidade e coordenação dos cuidados) e a efetividade do tratamento e do acompanhamento subsequente. A ausência de CP anterior estava associada à detecção de alteração de maior grau. A maioria das mulheres (94%) foi encaminhada para avaliação ginecológica, sendo que 97% delas compareceram a consulta. O tempo mediano entre as datas do CP alterado e a consulta no serviço de referência foi de 25 dias. Houve a confirmação do diagnóstico em 80% das mulheres que fizeram histologia. Após tratamento, 89% apresentaram CP normal, sendo que 66% têm seguimento subsequente realizado na APS. Estimamos que a vigilância em saúde com auxílio da busca ativa contribuiu para melhorar o acesso e a adesão aos cuidados. Este serviço trabalha para controle do CCU há mais de 20 anos, e as taxas de mortalidade por este câncer são menores do que as encontradas em Porto Alegre. O maior alcance da longitudinalidade e coordenação dos cuidados, características de um serviço orientado pela APS, pode ter relação com estes resultados.
Abstract Cervical cancer is preventable and treatable depending on its early detection followed by effective treatment. Even so, it is the third type of cancer more common among women in the world. In Brazil is the fourth cause of death due to cancer among women. In developed countries, an important decrease in incidence and mortality of cervical cancer has been observed in the last decades, mainly after the implementation of organized screening programs. Such programs are responsible for a network of services capable to offer population screening focusing on more susceptible groups, and including the warranty of high quality treatment when necessary. The offer of cytological exams of the uterine cervix has been an important strategy to control this cancer among Brazilian women. However, it is estimated that a significant proportion of women with abnormal screening exams who are referred to colposcopy to diagnostic confirmation do not perform such exam, and the health system is not efficient enough to control this event. In this perspective, a historical cohort study was performed, including women who attended a Primary Care Service in Porto Alegre city, southern Brazil. The main objective was to evaluate the screening program developed in this service, especially regarding the follow-up of positive cases identified during screening. All women who presented cervical cancer precursor lesions in the cytological exam between 2001 and 2007, were eligible for the study and they were followed-up until august 2011. The women condition prior to screening, diagnostic/treatment and follow-up was evaluated. To analyze the quality of care were considered the scope of the Primary Care attributes (access, longitudinality and coordination of care) and effectiveness of treatment and subsequent follow-up. The absence of a previous cytological exam was associated to the detection of a high grade abnormality. The majority of women (94%) were sent to gynecological evaluation and 97% attended the appointment. The median time between the date of the abnormal cytological exam and the appointment was 25 days. There was diagnostic confirmation through biopsy in 80% of the studied women. After treatment, 89% presented normal cytological exam, being 66% performed in the Primary Care Service. It’s estimated that a health surveillance with active search contributed to improve the access and adhesion to the follow-up. This service works to control the cervical cancer for more than 20 years, and the mortality rates of this cancer are lower than those reported for the whole city of Porto Alegre. The greatest extent of longitudinality and coordination of care, characteristics of a service-driven APS, may be related to these results.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143688
Arquivos Descrição Formato
000863002.pdf (309.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.