Repositório Digital

A- A A+

Efeitos de barragem de hidrelétrica sobre áreas de uso e adequabilidade de habitat de onças-pintadas (Panthera onca) (Carnivora: Felidae) nas várzeas do Alto Rio Paraná, Mata Atlântica

.

Efeitos de barragem de hidrelétrica sobre áreas de uso e adequabilidade de habitat de onças-pintadas (Panthera onca) (Carnivora: Felidae) nas várzeas do Alto Rio Paraná, Mata Atlântica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeitos de barragem de hidrelétrica sobre áreas de uso e adequabilidade de habitat de onças-pintadas (Panthera onca) (Carnivora: Felidae) nas várzeas do Alto Rio Paraná, Mata Atlântica
Autor Sana, Denis Alessio
Orientador Oliveira, Luiz Flamarion Barbosa de
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Ecologia.
Assunto Barragem
Mata atlântica
Panthera onca
Paraná, Rio : São Paulo
Radiotelemetria
[en] Big cats
[en] Conservation
[en] Dams
[en] Habitat model
[en] Radio telemetry
[en] Spatial distribution
Resumo Praticamente todos os ecossistemas naturais têm sido afetados pelas atividades humanas. A construção de usinas hidrelétricas produz grandes impactos ambientais causando problemas notáveis como a fragmentação e perdas de habitats. No Brasil aproximadamente 70% da matriz energética é formada por hidrelétricas e há previsão de expansão nos próximos anos. A degradação ambiental é apontada como a principal ameaça à conservação da biodiversidade e a maior causa do declínio das populações de espécies ameaçadas, especialmente de grandes mamíferos e, particularmente, de grandes carnívoros. Apesar da ampla distribuição no continente, as populações de onça-pintada (Panthera onca) têm sido reduzidas ou extintas pela pressão antrópica, tendo sua área de distribuição reduzida aproximadamente à metade. No Brasil é considerada uma espécie Vulnerável e está Criticamente Ameaçada de extinção na Mata Atlântica. Na Ecorregião Florestas do Alto Paraná está distribuída na forma de metapopulação, possivelmente em processo de isolamento de suas subpopulações. No Alto Rio Paraná a Usina Hidrelétrica de Porto Primavera (UHEPP) alagou em 1998 uma área de cerca de 2.250 km². A dissertação aborda este impacto ambiental e tem por objetivo avaliar como o enchimento do reservatório da UHEPP afetou a população de onças-pintadas na região, em relação à distribuição espacial e adequabilidade de habitat. Foram monitorados 11 indivíduos por radiotelemetria em dois períodos (1992 a 1995 e 1998 a 2002), investigando-se o tamanho de área de uso e movimentação. Com estes dados mais a cobertura de solo foram avaliadas adequabilidade ambiental e seleção de habitat. A distribuição espacial e a adequabilidade do habitat foram avaliadas em dois cenários, anterior e posterior ao enchimento, relacionando as mudanças ocorridas com o impacto na área sob o efeito direto do enchimento. Um terceiro cenário foi também avaliado, englobando toda a área de várzea remanescente no Alto Rio Paraná e incluindo as Unidades de Conservação (UCs), quanto à adequabilidade e seleção de habitat. Para este cenário foram utilizadas localizações de outros 10 indivíduos monitorados no Parque Estadual das Várzeas do Rio Ivinhema, Mato Grosso do Sul e no Parque Estadual Morro do Diabo, São Paulo, entre 1998 e 2005. Após o enchimento houve um aumento significativo nas dimensões das áreas de uso das onças-pintadas (fêmeas: anterior, 78 km² [n=8]; posterior, 197 km² [n=5]; macho [n=1]: anterior, 111 km²; posterior, 149 km²) bem como em seus deslocamentos máximos, pois passaram a ocupar áreas mais degradadas de fazendas, com poucos refúgios e presas naturais. Porém não foram observadas diferenças nos deslocamentos médios e sobreposição de áreas, assim como as áreas de uso não diferiram sazonalmente. A modelagem de habitat demonstrou que o enchimento atingiu principalmente as áreas mais favoráveis para a espécie suprimindo cerca de metade dessas. As onças selecionaram várzeas e florestas enquanto que a paisagem altamente modificada pelo homem foi evitada. Com as áreas mais degradadas ocupadas e o conflito com o homem, grande parte dos animais foram mortos em retaliação à predação de animais domésticos, levando praticamente a extinção local da espécie na área sob o efeito direto do enchimento. A área remanescente do Alto Rio Paraná comporta ainda cerca de 50 onças-pintadas adultas, sendo um terço em UCs. Portanto áreas adjacentes às UCs, na sua maioria com várzeas, devem ser preservadas e áreas florestais devem ser restauradas para a conservação da espécie em longo prazo na região. As informações geradas nesta dissertação podem auxiliar nas ações de conservação e manejo da onça-pintada no Alto Rio Paraná e mostra que a modelagem de habitat pode ser uma importante ferramenta para avaliação de impactos ambientais.
Abstract Virtually all natural ecosystems have been affected by human activities. The construction of hydroelectric power plants is the cause of major environmental impacts, such as habitat destruction and fragmentation. Brazil's energy matrix is mostly based on hydroelectricity, which comprises approximately 70% of all produced energy in the country, and the national government plans to expand it in the coming years. Habitat destruction is considered the main threat to biodiversity conservation and the major cause of the decline of endangered species, especially large mammals and large carnivores. Despite their wide distribution in the Americas, jaguar (Panthera onca) populations have been reduced or extinguished by human pressure, and the species current distribution represents half of its past distribution. In Brazil, the jaguar is considered a vulnerable species and it is critically endangered in the Atlantic Rain Forest. In the Upper Paraná Forest Ecoregion the species is distributed as a metapopulation, possibly in an isolation process of its subpopulations. In the Upper Paraná River (UPR), the reservoir filling of the Porto Primavera Hydroelectric plant (PPHE) began in 1998, and flooded an area of approximately 2250 km ². I evaluated the effects of the PPHE reservoir filling on the local jaguar population, its effects on the species spatial distribution and habitat suitability. I monitored a total of 11 jaguars using radio telemetry in two periods (1992-1995 and 1998-2002). I investigated jaguar home range size and movements, and evaluated habitat selection and suitability combing spatial and land cover data (Geographic Information System). These two metrics were measured before and after reservoir filling, linking the impact with changes in the species spatial patterns between these two phases. I evaluated three scenarios: the area affected directly by the PPHE filling, before and after, and all the remaining wetlands in the UPR, including protected areas. Jaguars’ home ranges increased significantly after reservoir filling (females: 78 km ² before [n = 8], 197 km ² after [n = 5]; male [n = 1]: 111 km ² before, 149 km ² after). Maximum movement of the four jaguars (3 females and 1 male) also increased from one phase to the other (10.75 km before; 25.05 km after). The increase in movement patterns results from jaguars using new and more degraded areas in farms, where there are few refuges and natural preys. Home ranges did not differ seasonally on the first period; neither did the mean movements and overlapping areas. The PPHE filling mainly affected jaguars by suppressing approximately half of their suitable area. Jaguars selected wetlands and forests and avoided landscapes heavily modified by Man. Most jaguars were killed in retaliation to cattle predation as they commenced to occupy the most degraded areas, nearly driving the population to extinction. The remaining area of the UPR still holds approximately 50 adult jaguars and one third of them are in protected areas. Therefore, the long-term species conservation depends on the preservation of the adjacent wetlands and on the restoration of forest patches. My results can subsidize jaguar conservation and management plans in the UPR and show that habitat suitability modeling can be a useful tool for assessing environmental impacts.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143701
Arquivos Descrição Formato
000997263.pdf (3.644Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.