Repositório Digital

A- A A+

Mecanismo de indução e quebra de diapausa em Euryades corethrus (LEPDOPTERA: PAPILIONIDAE: TROIDINI)

.

Mecanismo de indução e quebra de diapausa em Euryades corethrus (LEPDOPTERA: PAPILIONIDAE: TROIDINI)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Mecanismo de indução e quebra de diapausa em Euryades corethrus (LEPDOPTERA: PAPILIONIDAE: TROIDINI)
Autor Castro, Andressa Caporale de
Orientador Mega, Nicolas Oliveira
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Bioma Pampa
Diapausa
Euryades corethrus
Papilionidae
Resumo A diapausa é um tipo de dormência encontrada em insetos, que é causada por uma alteração na programação genética, em resposta a estímulos ambientais, que pausa ou retarda o desenvolvimento. Os mecanismos ambientais que podem estimular esse processo são o fotoperíodo, a temperatura e a umidade, sendo o primeiro mais comum. Ainda existem dois tipos de básicos de diapausa: a obrigatória e a facultativa. Espécies de insetos que habitam zonas de campo são particularmente expostas a condições extremas de sazonalidade, e para superar essas condições a maioria das borboletas entra em dipausa pupal. Euryades corethrus é uma das espécies que se utiliza desse processo para evitar condições climáticas adversas. O presente estudo se propõe a avaliar os efeitos de variáveis abióticas na indução e na quebra da diapausa pupal em E. corethrus. Para isso, imaturos dessa espécie foram submetidos a três diferentes experimentos, cada qual controlando uma das possíveis variáveis envolvidas na ativação da diapausa. No experimento de fotoperíodo, os indivíduos foram expostos a quarto tratamentos com diferentes durações de luz e escuro (LD): 10:14, 12:12, 14:10 e 16:08. No experimento de temperatura, foram desenhados cinco tratamentos com médias de temperaturas distintas: 15ºC, 20°C, 25°C, 30°C e 35ºC., No experimento de umidade, foram estabelecidos três tratamentos com diferentes umidades relativas (RH): <20%, 40-80% e >90%. Para avaliar se a supressão de algum fator abiótico particular poderia desencadear o término da diapausa, metade das pupas em diapausa oriundas de cada um dos três experimentos foi submetida a condições que removessem o fator que desencadeou o processo, expondo as pupas dormentes a condições mais amenas. Os resultados sugerem que a diapausa é principamente induzida por fotoperíodo, mais precisamente por fotofases curtas. Em relação aos experimentos de temperatura, os tratamentos de 15°C e 35°C causaram 100% de mortalidade, isso provavelmente porque eles utrapassam o limiar fisiológico da espécie, enquanto 30% dos indivíduos expostos a 30°C entraram em dipausa. Todos os outros tratamentos, dos três fatores, mostraram baixas taxas de indução ((LD): 12:12, 14:10, 16:8; (RH): <20%, 40-80% , >90%; 20°C, 25°C). Considerando o término da diapausa, os resultados demonstram que o fotoperíodo não foi suficiente para acelerar esse proceso. O fotoperíodo teve o efeito mais significativo na indução da diapausa, com fotofases curtas ditando a expressão da diapausa. Esse resultado corrobora o comportamento de muitos insetos de regiões temperadas, que entram em diapausa obrigatória em função das fotofases curtas do outono. Cerca de 30% dos imaturos criados em 30°C entraram em diapausa, sugerindo que as temperaturas de verão podem estimular dormência, esta sendo, provavelmente, uma diapausa facultativa. Em relação à quebra de diapausa, os resultados sugerem que este processo é bastante complexo, provavelmente envolvendo outros processsos que não só a supressão da condição que induziu a diapausa.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143819
Arquivos Descrição Formato
000993390.pdf (1.461Mb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.