Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da qualidade de grãos de milho e soja em armazenamento hermético e não hermético sob diferentes umidades de colheita

.

Avaliação da qualidade de grãos de milho e soja em armazenamento hermético e não hermético sob diferentes umidades de colheita

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da qualidade de grãos de milho e soja em armazenamento hermético e não hermético sob diferentes umidades de colheita
Outro título Quality evaluation of maize and soybean grains in hermetic storage system and no hermetic storage with different humidities harvest
Autor Tiecker Junior, Arnaldo
Orientador Dionello, Rafael Gomes
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Armazenamento
Grao
Milho
Pós-colheita
Qualidade
Soja
Umidade
Resumo A produção de grãos no Brasil é de aproximadamente 180 milhões de toneladas anuais e um dos principais problemas são as perdas nas etapas de pós colheita, principalmente no armazenamento desses grãos. Desta forma, o objetivo deste trabalho foi avaliar a qualidade de grãos de soja e milho em distintas umidades, utilizando diferentes estruturas de armazenamento. Os experimentos foram desenvolvidos na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. No experimento 1, foram utilizados grãos de milho com umidades de, 13, 17 e 29%, sendo armazenados de forma hermética e a granel em tonéis metálicos, com avaliações de dois em dois meses durante oito meses. No experimento 2, foram utilizados grãos de soja com umidades de 9,5, 11 e 11,5%, sendo armazenados de quatro maneiras, em duas estruturas herméticas, tonel hermético e sacaria hermética e duas estruturas abertas, tonel metálico e sacaria convencional. As análises de qualidade realizadas foram de umidade, massa específica, peso de 1000 grãos, proteína, material mineral, extrato etéreo, acidez, carboidratos, microbiológica, fisiológica e tecnológica. Os resultados obtidos permitiram concluir que o armazenamento hermético manteve a umidade dos grãos de milho constante durante os oito meses de estocagem. Os grãos de milho e soja armazenados não hermeticamente tendem a entrar em equilíbrio higroscópico conforme as variações de temperatura e umidade relativa do ar ambiente, durante a estocagem. Quanto maior a umidade dos grãos, menor é a massa específica e o peso de mil grãos durante o armazenamento na forma não hermética; a qualidade química dos grãos de milho sofreu menores alterações no produto armazenado com 13% na forma hermética. A contaminação de fungos do gênero Fusarium spp. foi alta durante os oito meses de armazenamento, e a contaminação de fungos do gênero Aspergillus spp. e Penicillium spp. aumentou durante o armazenamento, independente da umidade dos grãos e do sistema de armazenagem. A germinação dos grãos de milho diminuiu com o aumento da umidade e, igualmente, reduziu durante o período de estocagem deste produto. A germinação dos grãos de soja com umidades de 9,5 e 11% não reduz durante seis meses de armazenamento e reduz, durante o mesmo período, com umidade de 12,5%, independente do sistema de armazenagem. O armazenamento de soja com umidades variando de 9 a 12,5% mantém a qualidade físico química e microbiológica, por até seis meses independente do sistema de armazenagem.
Abstract Grains production in Brazil is about 180 million tons annually, and one of the main problems is the losses in the stages of post harvest, especially in grains storage. The objective of this study was to evaluate the quality of soybeans and maize with different humidities harvest, using various storage structures. The study was conducted at the Estação Experimental Agronômica of the Universidade Federal do Rio Grande do Sul. In the first experiment, maize grains were used at humidities harvest of 13, 17 and 29%, stored in hermetic and in bulk at metallic barrels, being evaluated every two months, for eight months. In the second experiment, soybeans grains were used at humidities harvest of 9.5, 11 and 12.5% being stored in four ways: in two hermetic structures, one with hermetic barrels and other with watertight sacks; and two open structures, one with metal barrels and other with conventional sacks. Quality analyzes performed were: moisture, density, weight of 1000 grains, protein, mineral material, ether extract, acidity, carbohydrates, microbiological, physiological and technological. Results showed that hermetic storage preserves humidity of maize grains during eight months of storage. Maize and soybeans grains in no hermetic storage tend to come into humidity equilibrium according to variations in temperature and relative humidity of the ambient air during storage. Higher humidity harvest of the grains, lower is the density and weight of a thousand grains in no hermetic storage. Lowest changes in chemical quality of maize occur with humidity harvest of 13% in hermetic storage system. Contamination of Fusarium spp. is high during eight months of storage and contamination of Aspergillus spp. and Penicillium spp. increase during storage, independent of grain humidity and storage system. Germination of maize grains decreases with humidity increasing and it reduces during product storage. Soybeans germination with humidity of 9.5% and 11 does not reduce during six months of storage and it decreases during the same period with humidity of 12.5%, regardless of storage system. Soybean storage with grain humidity ranging from 9 to 12.5% maintains the physical, chemical and microbiological quality by to six months, regardless of the storage system.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/143876
Arquivos Descrição Formato
000907050.pdf (1.516Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.