Repositório Digital

A- A A+

Práticas em saúde : a ótica do idoso negro que convive em uma comunidade de terreiro

.

Práticas em saúde : a ótica do idoso negro que convive em uma comunidade de terreiro

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Práticas em saúde : a ótica do idoso negro que convive em uma comunidade de terreiro
Autor Farias, Kátia Peres
Orientador Crossetti, Maria da Graça Oliveira
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Religiões afro-brasileiras
Saúde : Negros
Saúde do idoso
Resumo Este estudo buscou compreender os as práticas de saúde sob a ótica do idoso negro que convive em uma comunidade de terreiro, trazendo como contexto teórico norteador o paradigma civilizatório negro-africano, que é constituído pelo complexo cultural negro-africano (Alves, 2012) e pelos elementos estruturantes da cosmovisão africana (Oliveira, 2003) dialogando com a Teoria do cuidado cultural de Leiniger (1991). O presente estudo teve como metodologia uma abordagem qualitativa, do tipo exploratório-descritiva. A Comunidade Terreira Ile Asé Iyemonjá Omi Olodo, uma comunidade tradicional de matriz africana da cidade de Porto Alegre/RS, foi local em que se realizou o estudo. Os participantes do estudo foram pessoas idosas negras que convivem nessa comunidade, com idade igual ou acima de 60 anos, características que foram consideradas como critérios de inclusão e excluíam-se da participação do estudo aqueles com idade inferior a 60 anos. A saturação dos dados foi obtida com a amostra de seis participantes. A coleta de dados foi realizada por meio de entrevistas semiestruturadas, sendo a análise dos dados realizada por meio da análise de conteúdo temática de Minayo (2010). Como resultados, compreendeu-se que as práticas de saúde das comunidades de terreiro são fundamentais na vida dos idosos negros que participaram do estudo, a partir dos relatos obtidos nas entrevistas. Nessa perspectiva, a valorização dos conhecimentos, crenças e habilidades das tradições de matriz africana promovem a melhoria da condição de vida e saúde das comunidades de terreiro, bem como o entendimento da importância dos saberes e práticas de saúde dessas comunidades contribui para ações e intervenções de enfermagem adequadas às necessidades e à realidade dessa população.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/144040
Arquivos Descrição Formato
000913375.pdf (1.487Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.