Repositório Digital

A- A A+

Uso e dependência de áreas úmidas pelas aves da savana uruguaia : uma proposta de classificação

.

Uso e dependência de áreas úmidas pelas aves da savana uruguaia : uma proposta de classificação

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uso e dependência de áreas úmidas pelas aves da savana uruguaia : uma proposta de classificação
Autor Barradas, Paulo Vinicius Fernandes
Orientador Guadagnin, Demétrio Luis
Co-orientador Bencke, Glayson Ariel
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Aves aquáticas
Uruguai
Zonas úmidas
[en] Habitat use
[en] Uruguayan Savanna
[en] Waterbird
[en] Waterfowl
[en] Wetland bird
Resumo O conceito de ave aquática encontra-se disperso na literatura e geralmente se limita a grupos taxonômicos que apresentam evidentes adaptações anatômicas e fisiológicas ao ambiente aquático. Algumas espécies que utilizam áreas úmidas podem não ser contempladas por muitas classificações derivadas desse conceito e sofrer as consequências disso no tamanho de suas populações, negligenciadas por ações de conservação. Este trabalho traz uma proposta abrangente de classificação para aves quanto à utilização de áreas úmidas, dividindo-as em categorias objetivas de uso e dependência. A classificação foi aplicada às aves da Savana Uruguaia, ecorregião de matriz campestre localizada no sul da América do Sul, com muitos sistemas de áreas úmidas e grande quantidade de espécies de aves usuárias desses locais. Os grupos com maior grau de utilização e dependência de áreas úmidas foram descritos e foram realizadas algumas comparações de caráter taxonômico sobre o grau de utilização. Das 542 espécies de aves classificadas, 280 foram consideradas usuárias de áreas úmidas, sendo 123 dependentes, das quais 61 dependem exclusivamente dessas áreas para suas atividades vitais. As famílias com maior grau de utilização e dependência, considerando sua representatividade no total de espécies, foram Anatidae, Scolopacidae, Ardeidae, Rallidae, Icteridae, Laridae, Threskiornithidae e Podicipedidae. Algumas famílias de Passeriformes destacaram-se por apresentarem muitos usuários facultativos, como Tyrannidae, Emberizidae, Hirundinidae e Furnariidae, que não são tipicamente tidas como aves aquáticas. Dessa maneira, destaca-se a importância da aplicação de um conceito mais inclusivo para a classificação de aves quanto ao uso de áreas úmidas, de forma a gerar subsídios para a conservação efetiva das espécies que dependem e utilizam esses ambientes, que figuram entre os mais ameaçados do planeta.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/144048
Arquivos Descrição Formato
000919484.pdf (413.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.