Repositório Digital

A- A A+

Prevalência de white striping e wooden breast em frangos de corte suplementados com níveis crescentes de lisina na fase de crescimento ou final

.

Prevalência de white striping e wooden breast em frangos de corte suplementados com níveis crescentes de lisina na fase de crescimento ou final

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevalência de white striping e wooden breast em frangos de corte suplementados com níveis crescentes de lisina na fase de crescimento ou final
Outro título Prevalence of white striping and wooden breast in broilers fed diets with increasing lysine levels in grower or finisher phase
Autor Cruz, Rafael Fontana Abs da
Orientador Vieira, Sérgio Luiz
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Frango de corte
Lisina
Miopatia
[en] Broilers
[en] Lysine
[en] Myophaties
[en] White striping
[en] Wooden breast
Resumo Foram conduzidos dois experimentos para avaliar a prevalência e severidade das lesões de white striping (WS) e wooden breast (WB) em peitos de frangos alimentados com níveis crescentes de lisina digestível (Lis dig.) de 12 a 28 dias (Exp. 1) e de 28 a 42 dias (Exp. 2).Os testes foram conduzidos utilizando machos Cobb x Cobb 500 de empenamento lento com 1 dia de idade, ambos com 6 tratamentos e 8 repetições cada. O aumento da Lis dig. foi igualmente espaçado de 0,77 a 1,17% no Exp. 1 e de 0,68 a 1,07% no Exp. 2. A dieta com nível mais baixo de Lis dig. não foi suplementada com L-Lisina no experimentos e todos os outros aminoácidos (AA) essenciais estão de acordo ou excedem em até 5% as recomendações comerciais, a fim de não limitar o crescimento das aves. Foram selecionadas aleatóriamente quatro aves por repetição e processadas aos 35 e 42 dias nos Exp. 1 e 2, respectivamente. Os peitos desossados foram submetidos a avaliação de 3 pessoas para detectar a presença de WS e WB assim como fornecer os escores de WS (0-normal, 1-moderao, 2-severo) e WB (0-normal, 1-moderado leve, 2-moderado, 3-severo). O aumento da Lis dig. apresentou efeito positivo no peso vivo, peso da carcaça e peito bem como no rendimento de peito. A prevalência de WS e WB foi 32,3 e 85,9% no Exp. 1 e 87,1 e 89,1% no Exp. 2. Aves submetidas a dieta sem suplementação de Lis apresentaram os menores escores médios de WS e WB (0,22 e 0,78 no Exp. 1 e 0,61 e 068 no Exp. 2). Respostas lineares foram obtidas através das variáveis de desempenho para WS e WB no Exp. 1, enquanto que a resposta para as variáveis no Exp. 2 foram quadráticas. O aumento dos níveis de Lis melhora o desempenho zootécnico e as caracteristicas das carcaças, além de induzir a ocorrência e severidade das lesões de WS e WB, devido, provavelmente, aos níveis de Lis que maximizam o potencial genético para crescimento e rendimento de peito.
Abstract Two experiments were conducted to evaluate the prevalence and severity of white striping (WS) and wooden breast (WB) in breast fillets from broilers fed diets with increasing digestible lysine (dig. Lys) from 12 to 28 d (Exp. 1) and from 28 to 42 d (Exp. 2). Trials were sequentially conducted using 1-d-old slow feathering Cobb × Cobb 500 male broilers, both with 6 treatments and 8 replicates each. Increasing dig. Lys levels were equally spaced from 0.77 to 1.17% in Exp. 1 and from 0.68 to 1.07% in Exp. 2. The lowest dig. Lys diet was not supplemented with L-Lys in either one of the studies and all other essential amino acids (AA) met or exceeded current commercial recommendations such that their dietary concentrations did not limit broiler growth. Four birds per pen were randomly selected from each replication and processed at 35 and 42 d in Exp. 1 and Exp. 2, respectively. Deboned breast fillets were submitted to a 3 subject panel evaluation to detect the presence of WS and WB as well as to provide scores of WS (0-normal, 1-moderate, 2-severe) and WB (0-normal, 1-moderate light, 2-moderate, 3-severe). Increased dig. Lys had a positive effect on body weight, carcass and breast weight as well as breast yield. White striping and WB prevalences were 32.3 and 85.9% in Exp 1 and 87.1 and 89.2% in Exp 2. Birds fed diets not supplemented with Lys had the lowest average WS and WB scores (0.22 and 0.78 in Exp. 1 and 0.61 and 0.68 in Exp. 2). White striping and WB presented linear responses to performance variables in Exp 1, whereas quadratic responses were observed for all variables in Exp 2. In conclusion, increasing Lys levels improved growth performance and carcass traits and induced the occurrence and severity of WS and WB lesions probably due to dig. Lys dietary levels that maximized the genetic potential for growth and breast meat yields.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/144090
Arquivos Descrição Formato
000998417.pdf (1.277Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.