Repositório Digital

A- A A+

O narrador em Helder Macedo : partes de África e Natália

.

O narrador em Helder Macedo : partes de África e Natália

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O narrador em Helder Macedo : partes de África e Natália
Autor Rosa, Seleste Michels da
Orientador Zilberman, Regina
Data 2013
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Literatura contemporânea
Literatura portuguesa : Romance
Macedo, Helder, 1935-
Resumo Esse estudo analisa a composição do narrador em Partes de África (1991) e Natália (2009) de Helder Macedo. Iniciamos mostrando como o contexto histórico influencia a produção dessas narrativas e impõe certas características filosóficas e formais, em seguida, percorremos a tradição narrativa lusa em busca das origens às quais os autores contemporâneos respondem seja para rompê-las ou propor uma releitura. Na sequência, falaremos sobre o autor, já que ele costuma incluir em suas obras uma grande porção de dados autobiográficos. Macedo estreou como romancista, em 1991, com Partes de África, até o momento da conclusão desse estudo, lançou cinco romances que firmaram sua poética junto à crítica e o colocaram em posição de reconhecida grandeza no movimentado cenário da literatura contemporânea em língua portuguesa. Nossas bases teóricas provêm de Wayne Booth, em A retórica da ficção, e Gerard Genette, em Discurso da narrativa. O estudo de Booth revela os aspectos através dos quais podemos perceber essa consciência por trás do texto e de que forma podemos analisá-la. Os principais atributos pesquisados são o andamento da narração em relação à diegese que esses narradores promovem em suas narrativas, as escolhas envolvidas na determinação de um narrador em primeira ou terceira pessoa, a corroboração de outros narradores nesses textos, a intertextualidade apresentada nos enredos, a dramatização do narrador, de que privilégios dispõe essa entidade narrativa com relação à diegese e a que distância se posiciona. Além da marca mais evidente do narrador que é o comentário. Nos embasamos em Genette para distinguir mais profundamente os aspectos estilísticos através dos quais o narrador imiscui-se nos textos usando cenas e sumários. Além disso, propomos o estudo das duas obras em contraste uma a outra e as demais produções contemporâneas que tratam essa entidade narrativa com semelhante complexidade e provocam o leitor a interagir com suas obras.
Abstract This study analyzes the composition of the narrator in Partes da África (1991) and Natália (2009) by Helder Macedo. We begin by showing how the historical context influences the production of these narratives and imposes certain formal and philosophical characteristics on them, and then we move through the Lusitanian tradition narrative in search of the origins to which contemporary authors respond to by, either breaking loose from them, or proposing a reinterpretation. Next, we talk about the author, since he tends to include in his works a great deal of autobiographical data. Macedo debuted as a novelist in 1991 with Partes da África and, till completing this study, he has released five novels that have firmed his poetics with the critics and placed him in a position of recognized greatness in the bustling setting of contemporary literature in the Portuguese language. Our theoretical basis comes from Wayne Booth in The Rhetoric of Fiction, and Gerard Genette, Narrative Discourse. Booth's study reveals aspects through which we can see this consciousness behind the text and how it can be analyzed. The main attributes searched are the progress of the narrative regarding the diegesis that these narrators promote in their narratives, the choices involved in determining if a narrator is in first or third person, the corroboration of other narrators in these texts, the intertextuality presented in the plots, the dramatization of the narrator, which privileges does this entity of narrative have in relation to the diegesis, and how far away is it positioned. Besides the more evident mark of the narrator, which is the comment. We based our work on Genette to further distinguish the stylistic aspects through which the narrator inserts himself in the texts using scenes and summaries. Furthermore, we propose the study of the two works in contrast to one another and other contemporary productions that deal with this narrative entity of similar complexity and that incite the reader to interact with their works.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/144100
Arquivos Descrição Formato
000998391.pdf (1.569Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.