Repositório Digital

A- A A+

A escrita de si no pacto epistolar: percurso pelas cartas de Clarice Lispector

.

A escrita de si no pacto epistolar: percurso pelas cartas de Clarice Lispector

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A escrita de si no pacto epistolar: percurso pelas cartas de Clarice Lispector
Autor Meegen, Manoella de Vargas van
Orientador Golin, Cida
Co-orientador Cavalcanti, Anna de Carvalho
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Jornalismo.
Assunto Lispector, Clarice, 1925-1977 : Crítica e interpretação
Literatura brasileira : Carta
[en] Epistolography
[en] Letter
[en] Self writing
Resumo Este trabalho discute o pacto epistolar e a presença da escrita de si nas cartas pessoais da escritora Clarice Lispector, compiladas nos livros Cartas perto do coração (2001), Correspondências (2002) e Minhas queridas (2007). O objetivo geral do trabalho é compreender e investigar os modos de subjetivação que essa narrativa é capaz de produzir. Parte-se de uma revisão bibliográfica do gênero da escrita epistolar, que discute sua apresentação formal, apresentando as características deste tipo de comunicação. Propõe-se também um percurso teórico pelo conceito de escrita de si, sua relação com a produção de subjetividade e transformações ao longo dos séculos, a partir das ideias de Michel Foucault (1992), Ângela Gomes (2004) e Elizabeth Duque-Estrada (2009). Essa perspectiva teórica orienta a análise narrativa do corpus constituído por 21 cartas escritas pela autora. Conclui-se que a subjetividade de Clarice se modula conforme o interlocutor a quem se expõe através de sua escrita. Ao percorrermos os traços de escrita de si presente nessas cartas, não encontramos um sujeito completo, mas sim uma subjetividade sempre em devir.
Abstract This work discusses the epistolary pact and the presence of self writing in the personal letters of the writer Clarice Lispector, compiled in the books Cartas perto do coração (2001), Correspondências (2002) and Minhas queridas (2007). The overall objective of this work is to understand and investigate the different ways of subjectivity that this narrative is able to produce. The research begins with a review of literature on the genre of epistolary writ ing, which discusses its formal presentation and introduces the characteristics of this type of communication. It is also proposed a theoretical path at the concept of self writing, its relation to the production of subjectivity and the transformations over the centuries, from Michel Foucault's (1992), Ângela Gomes' (2004) and Elizabeth Duque-Estrada's (2009) ideas. This theoretical perspective guides the narrative analysis of the corpus, which consists on 21 letters written by the author. It is concluded that Clarice's subjectivity is modulated according to the interlocutor to whom she exposes herself through her writing. By analyzing the traces of the self writing present in such letters, we can't find a complete subject, but yet a subjectivity always in becoming.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/144259
Arquivos Descrição Formato
000998970.pdf (834.9Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.