Repositório Digital

A- A A+

Transplante de células-tronco hematopoéticas em linfoma Hodgkin

.

Transplante de células-tronco hematopoéticas em linfoma Hodgkin

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Transplante de células-tronco hematopoéticas em linfoma Hodgkin
Outro título Stem cell transplantation in Hodgkin lymphoma
Autor Bittencourt, Rosane Isabel
Fogliatto, Laura Maria
Paz, Alessandra Aparecida
Souza, Mair Pedro de
Lerner, Décio
Resumo O linfoma Hodgkin (LH) é uma malignidade hematológica que conta com um armamentário terapêutico selecionado de acordo com o estadiamento e a classificação prognóstica de cada doente. A sobrevida dos pacientes tratados para o LH clássico vem aumentando significativamente, com taxas de cura entre 80%-85%. Entretanto, 20%-25% são refratários aos tratamentos iniciais e cerca de 30% recaem após ter alcançado resposta completa. Os pacientes considerados com falha à terapia de primeira linha ainda têm uma segunda chance de cura se apresentarem quimiossensibilidade aos esquemas de salvamento, seguido por uma das modalidades de transplante de células-tronco hematopoéticas (TCTH). O TCTH autólogo representa uma estratégia atrativa para os pacientes com LH que falham ao tratamento convencional de primeira linha. Os resultados em termos de sobrevidas livre de doença e global são superiores aos esquemas de salvamento com quimioterapia convencional. Este procedimento tem finalidade curativa para 50% dos pacientes em segunda remissão quimiossensíveis e pode levar a remissões duráveis naqueles com mais de duas linhas de terapia. Atualmente, o TCTH alogênico, basicamente com condicionamento de intensidade reduzida (RIC), está indicado em pacientes com recaída precoce após o TCTH autólogo ou em pacientes bastante jovens com refratariedade a mais de duas linhas de tratamento convencional.
Abstract Hodgkin's Lymphoma is a hematologic malignancy with a wide range of therapeutic options that must be chosen according to the stage and the prognostic classification of each patient. The overall survival of patients treated for classic Hodgkin's Lymphoma is increasing significantly, with current cure rates being between 80% and 85%. Nevertheless, 20% to 25% are refractory to the initial treatment and about 30% relapse after having reached a complete response. Patients that have failed standard therapy still have a second chance of cure if they present chemosensitivity to cure schemes, followed by one type of hematopoietic stem cell transplantation (TCTH). Autologous TCTH is an attractive strategy for Hodgkin's Lymphoma patients that fail in the conventional standard therapy. The results in terms of overall survival and disease-free survival are higher than the cure schemes with conventional chemotherapy. This procedure addresses the cure in 50% of chemosensitive patients in second remission, and can lead to lasting remissions for those with more than two lines of treatment. Today, allogeneic TCTH, basically with reduced intensity conditioning (RIC) is indicated for patients with premature relapse after autologous TCTH or for young patients refractory to one or more lines of conventional treatment.
Contido em Revista brasileira de hematologia e hemoterapia. São Paulo. Vol. 32, supl. 1 (2010), p. 97-105
Assunto Doença de Hodgkin
Linfoma
Transplante de células-tronco hematopoéticas
[en] Hodgkin lymphoma
[en] Refractory
[en] Relapsed
[en] Rescue
[en] Stem cell transplantation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/144282
Arquivos Descrição Formato
000981267.pdf (889.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.