Repositório Digital

A- A A+

Relações sociais no espaço agrário em transformação: uma análise dos produtores familiares na Comuna de Collipulli, sul do Chile

.

Relações sociais no espaço agrário em transformação: uma análise dos produtores familiares na Comuna de Collipulli, sul do Chile

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relações sociais no espaço agrário em transformação: uma análise dos produtores familiares na Comuna de Collipulli, sul do Chile
Autor Perez Infante, Sandra Maribel
Orientador Brumer, Anita
Data 1997
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Agricultura familiar
Chile
Comunidade rural
Sociologia rural
Resumo Esta pesquisa reconstitui a trajetória social dos produtores familiares procedentes do processo da Reforma Agrária no Município de Collipulli, ao sul do Chile. Sua trajetória está inserida no marco da modernização social agrária, e que tem provocado transformações sociais no espaço social agrário e repercussões nas perspectivas de reprodução social entre os produtores familiares. Para a análise dos processos se consideraram as visões neo-marxistas relativas à classe social, às relações sociais e à diferenciação social, assim como os aspectos que, desde uma visão chayanoviana, permitiram abordar e complementar as diferenciações dos produtores a nível microsocial. Foi possível revelar que na trajetória dos produtores se refletem as mudanças acontecidas a nível estrutural, as quais se traduzem na reforma agrária, na contra-reforma agrária e na chegada das empresas florestais ao espaço agrário. Tudo isso tem causado modificações nos grupos sociais e nas relações sociais dos produtores familiares, tendo como eixo articulador a posse da terra. Nesse processo o produtor familiar integrante de um grupo social, tem sido favorecido e desfavorecido pelas políticas de Estado na medida em que se encontram mais ou menos submetidos às regras do mercado capitalista. As transformações sociais afetam os produtores diferenciando-os socialmente, que por sua vez desenvolveram diversas estratégias visando sua reprodução social. Tendo em vista tais aspectos, é possível constatar as perspectivas dos “parceleros” de se reproduzirem socialmente em um espaço agrário em transformação.
Résumé Cette investigation a pour but de reconstruire la trajectoire sociale des producteurs familiaux issus du processus de réforme agraire dans la Commune de Collipulli au sud du Chili. Leur trajectoire s’inscrit dans le cadre de la modernisation agraire, qui a entraîné des transformations dans le domaine de l’espace social agraire et des conséquences dans les perspectives de reproductions chez ces production chez ces producteurs-lá. Nos références pour l’analyse de ce processus sont les perspectives néo-marxistes concernant la clase social, les relations et la différenciation sociale, tout comme les aspects qui, dans une perpective chayanovienne, nous out permis d’ abordar et complémenter les distincions entre les producteurs à un niveu micro-social. Il nous a été possible de vérifier que dans la trajectoire des productuers se reflétaient les changements qui avaient eu lieu au niveau structurel, lesquels changements se traduisent dans la réforme agraire, la contre-réforme agraire et l’arrivée des entreprises forestiéres á l’ espace agraire. Tout cela a amené des transformations au groupe et aux relations sociales établis entre les producteurs familiaux, ces transformations étant axées sur la possession de la terre. Dans ces processus, le producteur familial, membre d’un groupe social, a subi l’ influence des politiques de l’ Etat, dans la mesure où il représente la partie la plus sensible aux règles du marché capitaliste. Les transformations sociales ont encore affecté les producteurs familiaux, les différenciant socialement, mais les producteurs à leur tour ont développé des stratégies différenciées, cherchant à assurer leur reproduction sociale. Si l’ont tient compte des ces aspects-la el est possible de constater les perspectives de reproduction sociale des “parceleros” dans un espace agraire en transformation.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14651
Arquivos Descrição Formato
000650063.pdf (782.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.