Repositório Digital

A- A A+

De arte e de empresários (ou de como entra a lógica empresarial na produção cultural) : um estudo antropológico da 6. Bienal de Artes Visuais do Mercosul

.

De arte e de empresários (ou de como entra a lógica empresarial na produção cultural) : um estudo antropológico da 6. Bienal de Artes Visuais do Mercosul

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título De arte e de empresários (ou de como entra a lógica empresarial na produção cultural) : um estudo antropológico da 6. Bienal de Artes Visuais do Mercosul
Autor Fontecilla Cepeda, Fernanda Paz
Orientador Victora, Ceres Gomes
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social.
Assunto Antropologia
Antropologia da arte
Bienal de Artes Visuais do Mercosul (Porto Alegre, RS)
Lei de incentivo à cultura
Producao cultural
[es] Bienal del Mercosur
[es] Empresarios
[es] Estética
[es] Ética
[es] Leyes de incentivo a la cultura
[es] LICs
[es] Producción cultural
[es] Valores corporativos
Resumo Esta dissertação de mestrado é um estudo antropológico que trata sobre algumas interfaces e relações entre arte e mercado na atualidade. Focada na 6ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul, esta pesquisa explora as dinâmicas e práticas da produção cultural no Brasil, inauguradas a partir da introdução das Leis de Incentivo à Cultura - LICs. Argumenta-se que como resultado do desenvolvimento destes mecanismos legais, tem se produzido um massivo ingresso de atores do setor empresarial na produção e gestão de grandes eventos de arte. Isto tem permitido que as expertises e o know-how dos profissionais das áreas do marketing e da administração empresarial venham se aplicando em contextos de produção artística, condicionando, inclusive, a estética deste tipo de iniciativas. Se apresenta a Bienal do Mercosul como um empreendimento que responde às expectativas dos seus realizadores em tanto grupo empresarial e imprime uma opção estética específica que está em sintonia com certos valores vindos do mundo corporativo.
Resumen Esta tesis de Maestría es un estudio antropológico que trata sobre algunas interfaces y relaciones entre arte y mercado en la actualidad. Focalizada en la 6ª Bienal de Artes Visuales del Mercosur, esta investigación explora las dinámicas y prácticas de la producción cultural en Brasil, inauguradas a partir de la introducción de las Leyes de Incentivo a la Cultura - LICs. Se argumenta que como resultado del desarrollo de estos mecanismos legales, se ha producido un masivo ingreso de actores del sector empresarial en la producción y gestión de grandes eventos de arte. Esto ha permitido que las expertises y el know-how de los profesionales de las áreas de marketing y de la administración empresarial se estén aplicando en contextos de producción artística, condicionando, inclusive, la estética de este tipo de iniciativas. Se plantea la Bienal del Mercosur como un emprendimiento que responde a las expectativas de sus realizadores en cuanto grupo empresarial y que expresa una opción estética específica que está en sintonía con ciertos valores provenientes del mundo corporativo.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14658
Arquivos Descrição Formato
000664462.pdf (1.588Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.