Repositório Digital

A- A A+

O horizonte vermelho : o impacto da revolução russa no movimento operário do Rio Grande do Sul, 1917-1920

.

O horizonte vermelho : o impacto da revolução russa no movimento operário do Rio Grande do Sul, 1917-1920

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O horizonte vermelho : o impacto da revolução russa no movimento operário do Rio Grande do Sul, 1917-1920
Autor Bartz, Frederico Duarte
Orientador Petersen, Sílvia Regina Ferraz
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Brasil
Movimento operário
Primeira República
Revolução russa
Rio Grande do Sul
União Soviética
[fr] Mouvement ouvrier
[fr] Premiere Republique en Bresil
[fr] Revolution russe
Resumo Esta dissertação tratará do impacto da revolução russa no movimento operário do Rio Grande do Sul entre 1917 e 1920. A revolução russa foi um dos processos históricos mais importantes do século XX, sendo a primeira revolução operária que sobreviveu por um longo tempo e conseguiu criar instituições duradouras. Durante os primeiros anos da revolução russa no Rio Grande do Sul se vivia um momento de grande agitação entre os trabalhadores, com a deflagração de greves, a criação de novos sindicatos e o surgimento de muitos jornais de classe. Neste contexto, aparecem as primeiras associações de trabalhadores que se diziam identificados com as idéias da revolução russa, também surgem declarações de apoio à revolução e desejo de seguir o caminho da Rússia dos Soviets entre os militantes operários. Por esta recepção e o período de mobilização, acredito ser necessário estudar como a revolução russa influenciou as idéias e as formas de ação do movimento operário do Rio Grande do Sul, considerando a ideologia dos militantes, suas origens étnicas e culturais, suas formas de associação e de luta contra o estado e a burguesia.
Résumé Cette étude traitera de l'impact de la révolution russe en mouvement ouvrier de Rio Grande do Sul. La révolution russa a été un des plus importants processus historiques du siècle XX, en étant la première révolution ouvrière qui a survécu pour un long temps et est parvenue à élever des instituiciones durables. Pendant les premières années de la révolution russe dans le Rio Grande do Sul on vivait un moment de grand agitation entre les travailleurs avec la déflagration de grèves, la creatión de nouveaux syndicats et le surgissement de periodiques de classe. Dans ce contexte apparaissent les premières associations qui sont identifiées avec les idées de révolutionne russe, aussi apparaissent déclarations d'appui à la revolution et desir de suivre le chemin de la Russie des Soviets entre les militants ouvriers . Par cette réception et la période de mobilisation, je crée être nécessaire d'étudier comme la révolution russe a influencé les idées et les manières d'action du movimento ouvrier durant ces années, considérant l'idéologie des militants, ses origines éthniques et culturelles, leurs formes d'association et de combattre contre l'état et la bourgeoisie.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14690
Arquivos Descrição Formato
000666868.pdf (964.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.