Repositório Digital

A- A A+

Executive functions as a potential neurocognitive endophenotype in anxiety disorders : a systematic review considering DSM-IV and DSM-5 diagnostic criteria classification

.

Executive functions as a potential neurocognitive endophenotype in anxiety disorders : a systematic review considering DSM-IV and DSM-5 diagnostic criteria classification

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Executive functions as a potential neurocognitive endophenotype in anxiety disorders : a systematic review considering DSM-IV and DSM-5 diagnostic criteria classification
Outro título Funções executivas como um potencial endofenótipo neurocognitivo nos transtornos de ansiedade : uma revisão sistemática da literatura considerando os critérios diagnósticos do DSM-IV e do DSM-V
Autor Müller, Juliana de Lima
Torquato, Kamilla Irigaray
Manfro, Gisele Gus
Trentini, Clarissa Marceli
Abstract Evidence in the literature indicates that neurocognitive impairments may represent endophenotypes in psychiatric disorders. Objective: This study aimed to conduct a systematic review on executive functions as a potential neurocognitive endophenotype in anxiety disorder diagnosis according to the DSM-IV and DSM-5 classifications. Methods: A literature search of the LILACS, Cochrane Library, Index Psi Periódicos Técnico-Científicos, PubMed and PsycInfo databases was conducted, with no time limits. Of the 259 studies found, 14 were included in this review. Results: Only studies on obsessive-compulsive disorder (OCD) were found. The executive function components of decision-making, planning, response inhibition, behavioral reversal/alternation, reversal learning and set-shifting/cognitive flexibility were considered to be a neurocognitive endophenotypes in OCD. Conclusion: Further studies on executive functions as a neurocognitive endophenotype in other anxiety disorders are needed since these may have different neurocognitive endophenotypes and require other prevention and treatment approaches.
Resumo Evidências na literatura indicam que déficits neurocognitivos podem representar endofenótipos nos transtornos psiquiátricos. Objetivo: Esse estudo teve como objetivo realizar uma revisão sistemática das funções executivas como um potencial endofenótipo neurocognitivo nos transtornos de ansiedade de acordo com as classificações diagnósticas do DSM-IV e do DSM-5. Métodos: Uma pesquisa na literatura nas bases de dados LILACS, Cochrane Library, Index Psi Periódicos Técnico-Científicos, PubMed and PsycInfo foi conduzida, sem limite de tempo. Dos 259 estudos encontrados, 14 foram incluídos nessa revisão. Resultados: Somente foram encontrados estudos sobre o transtorno obsessivocompulsivo (TOC). Os componentes das funções executivas como a tomada de decisão, planejamento, inibição de resposta, inversão comportamental/alternância, aprendizagem reversa e mudança de foco/flexibilidade cognitiva foram considerados endofenótipos neurocognitivos no TOC. Conclusão: É necessário o desenvolvimento de estudos sobre funções executivas como um endofenótipo neurocognitivo em outros transtornos de ansiedade, pois eles podem apresentar diferentes endofenótipos neurocognitivos e podem exigir abordagens de prevenção e tratamento distintas.
Contido em Dementia & Neuropsychologia. Vol. 9, n. 3 (sep. 2015), p. 285-294.
Assunto Função executiva
Neuropsicologia cognitiva
Transtornos de ansiedade
[en] Anxiety disorders
[en] Endophenotypes
[en] Executive function
[en] Neuropsychology
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/147017
Arquivos Descrição Formato
000987750.pdf (346.3Kb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.