Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da impulsividade em relação ao desempenho em um teste de inteligência em adolescentes

.

Avaliação da impulsividade em relação ao desempenho em um teste de inteligência em adolescentes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da impulsividade em relação ao desempenho em um teste de inteligência em adolescentes
Autor Otto, Fernanda Bertoni
Orientador Almeida, Rosa Maria Martins de
Willhelm, Alice Rodrigues
Data 2016
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Especialização em Avaliação Psicológica.
Assunto Adolescente
Testes de inteligência
[en] Adolescence
[en] Impulsivity
[en] Intelligence test
Resumo A adolescência é marcada por uma instabilidade em todos os aspectos do indivíduo, que se vê impelida a cumprir determinadas “tarefas”, como a maturação biológica e solidificação da identidade, entendida nos âmbitos sexual, pessoal e profissional. Em nível de comportamento, os adolescentes são muitas vezes caracterizados como impulsivos e com comportamentos de risco. O objetivo deste estudo foi avaliar se a impulsividade está relacionada com o desempenho em um teste de inteligência em adolescentes saudáveis de 10 a 16 anos. A amostra foi composta por 190 adolescentes de ambos os sexos. Os instrumentos utilizados foram: Barratt impulsiveness scale-youth (BIS-youth) e a Escala de Inteligência Wechsler Abreviada –WASI- versão reduzida. A relação entre impulsividade e inteligência foi feita através de Correlação de Pearson e todas as comparações se mostraram significativas. Observou-se que tanto a inteligência (QI) medida pela WASI, como seu percentil mostrou correlação negativa com todos os subtestes da BIS (atencional, motora e não-planejamento) e com seu escore total, o que significa que quanto maior foi o tipo de impulsividade, menor foi o desempenho no teste de inteligência. A impulsividade do participante então atrapalha na realização de uma tarefa de inteligência.
Abstract Adolescence is remarkable by instability in all people’s aspects, in which one finds oneself compelled to surpass certain "duties" such as the biological maturity and identity solidification, either understood in the sexual, the personal and the professional spheres. In the behaviour level, teenagers are often considered impulsive and taking risky attitudes. The aim of this study is to evaluate whether impulsivity is related to performance or not, on an intelligence test with healthy 10-16-year-old adolescents. The sample consisted of 190 adolescents of both genders. The instruments used were: Barratt impulsiveness scale-youth (BIS-youth) and the Wechsler Abbreviated Scale of Intelligence -WASI- reduced version. The relationship between impulsivity and intelligence was made by using Pearson Correlation and all comparisons are significant. It was observed that both intelligence (IQ), measured by WASI, and its percentile showed negative correlation with all subtests of BIS (attention, motor and non-planning) and with its total score, which means that the higher the kind of impulsiveness was, the lower the performance intelligence test. The participant's impulsiveness, then, interferes the accomplishment of an intelligence task.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/147048
Arquivos Descrição Formato
000998471.pdf (395.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.