Repositório Digital

A- A A+

Padronização de extrato hidroalcoólico das sumidades floridas de Achyrocline satureioides (Lam.) DC. - Cinoisutae (marcela)

.

Padronização de extrato hidroalcoólico das sumidades floridas de Achyrocline satureioides (Lam.) DC. - Cinoisutae (marcela)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Padronização de extrato hidroalcoólico das sumidades floridas de Achyrocline satureioides (Lam.) DC. - Cinoisutae (marcela)
Autor Sonaglio, Diva
Orientador Petrovick, Pedro Ros
Data 1987
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Pós-Graduação em Farmácia: Análise, Síntese e Controle de Medicamentos.
Assunto Achyrocline satureioides
Botânica sistemática
Macela
Marcela
Resumo O controle de qualidade de fitoterápicos abrange a padronização durante as diversas etapas que envolvem a sua preparação. Partindo desse pressuposto, foi desenvolvida uma preparação farmacêutica na forma de extrato, sendo utilizada como matéria-prima, sumidades floridas de Achyrocline satureioides (Lam.) DC., Compositae (marcela), um dos vegetais mais utilizados na medicina popular da região sul do País. A sua padronização foi efetuada a partir da obtenção da matéria-prima, identificação e caracterização botânica e avaliação de sua estabilidade; ensaios de comportamento dos extratos analisados mediante testes organolépticos e físico-químicos; avaliação da composição química por métodos cromatográficos (CP, CCD, CLAE e CG); doseamento pela quantificação de um dos constituintes majoritários - quercetina - através dos métodos da cromatografia em papel associada a espectrometria no ultravioleta (CP/ UV) e cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE), constituindo-se na padronização química. Os fatores tecnológicos abordados foram: concentração de sumidades floridas, concentração alcoólica do líquido extrator e tempo de maceração. Foram comparados os dois métodos de quantificação, sendo estabelecida a viabilidade do método CP/UV, mais acessível que o da CLAE. A avaliação da estabilidade do extrato hidroalcoólico otimizado foi realizada pelo método da degradação térmica acelerada. Foi verificada, ainda, a atividade antiinflamatória do mesmo extrato, cujos resultados serviram para a determinação do índice de atividade antiinflamatória (iAa), constituindo-se na padronizacao biológica, e ensaiada a sua toxicidade.
Abstract The quality of phytotherapics involves the standardization of various steps in their preparation. One of the most widely used plants in the folk medicine of Southern Brasil is Achyrocline satureioides (Lam.) DC., Compositae (marcela). Floral summits were obtained from this plant and macerated under controled conditions to produce a standardized extract. The standardization began with the botanical identification of the raw plant material and analysis of the plant during the storage. Tests were also performed in order to evaluate the organoleptic and physico-chemical characteristics of the plant extracts: PC, TLC, HPLC and CG methods were used. The quantitation of one of the major phenolic components - quercetin - was performed by paper chromatography/ultraviolet spectrometry (PC/UV) and HPLC to establish the chemical standardization. Comparison between the results of these two quantitative methods showed that the PC/UV method was reliable, which is simpler and easier to use than the HPLC method. The technological aspects involved the determination of the optimal conditions as: concentration of the floral summits in the menstruum, alcoholic concentration of the extractive medium and maceration time. The hydroalcoholic extract was submited to accelerated stability studies under stressed thermic conditions. The optimized macerate was evaluated for toxic effects, as well as for its antiinflamatory action. From these results, an antiinflammatory index was calculated and this is suggested as a method for the biological standardization of this plant extract.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/147052
Arquivos Descrição Formato
000013414.pdf (5.052Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.