Repositório Digital

A- A A+

Relações das características pessoais positivas com o bem-estar

.

Relações das características pessoais positivas com o bem-estar

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relações das características pessoais positivas com o bem-estar
Autor Freitas, Clarissa Pinto Pizarro de
Orientador Koller, Silvia Helena
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Afeto : Psicologia
Bem-estar
Estresse
Otimismo
Psicologia positiva
Psicometria
Questionários
[en] Optimism
[en] Personal growth initiative
[en] Presence of meaning in life
[en] Self-esteem
[en] Stress
[en] Subjective well-being
Resumo A presente tese agrupa quatro estudos que objetivam investigar as relações dos recursos pessoais com os índices de bem-estar dos indivíduos. Foi realizada uma revisão de literatura sobre a iniciativa ao crescimento pessoal, a fim de compreender em profundidade o construto de iniciativa ao crescimento pessoal. Posteriormente, foram desenvolvidos três estudos empíricos. O primeiro artigo empírico refere-se ao estudo de adaptação e avaliação das propriedades psicométricas da versão brasileira da Escala de Iniciativa ao Crescimento Pessoal – II (Personal Growth Initiative Scale – II, PGI-II). Foi observado que a versão brasileira da PGI-II constitui-se como um instrumento confiável para investigar os índices de disponibilidade para mudança, planejamento, comportamento intencional e uso de recursos, apresentando uma estrutura de quatro fatores de primeira ordem. O segundo artigo empírico avaliou se as relações das dimensões da iniciativa ao crescimento pessoal com os níveis de bem-estar subjetivo eram mediadas pela presença de sentido de vida. Foi observado que a presença de sentido de vida media o impacto das dimensões planejamento e comportamento intencional sobre os níveis de satisfação com a vida, afetos positivos e negativos. As dimensões disponibilidade para mudança e uso de recursos não estiveram relacionadas aos índices de presença de sentido de vida. As dimensões disponibilidade para mudança e uso de recursos estiveram negativamente associadas aos níveis de bem-estar subjetivo. O terceiro artigo empírico avaliou se as relações entre otimismo, pessimismo e autoestima com os índices de estresse, satisfação com a vida, afetos positivos e negativos eram mediados pelos níveis de presença de sentido de vida. Os resultados demonstraram que as relações entre o otimismo e autoestima com os índices de estresse, afetos positivos e negativos foram parcialmente mediados pelos níveis de presença de sentido de vida. Entretanto, as relações dos índices de pessimismo com estresse, satisfação com a vida, afetos positivos e negativos não foram mediados pelos níveis de presença de sentido de vida. Estudos futuros devem avaliar se as relações dos recursos pessoais com bem-estar subjetivo e estresse são replicáveis a outras amostras. A principal contribuição desta tese foi disponibilizar uma escala para investigar a iniciativa ao crescimento pessoal no contexto brasileiro. Além disso, os resultados deste estudo avançam o conhecimento sobre as relações entre os recursos pessoais e as dimensões de bem-estar.
Abstract This thesis join up four studies that aims to investigate the relationship of levels of personal resources with well-being of individuals. A literature review on the personal growth initiative was carried out in order to understand in depth the construct of personal growth initiative. Later, three empirical studies were developed. The first empirical paper refers to the study of adaptation and evaluation of the psychometric properties of the Brazilian version of the Personal Growth Initiative Scale - II (Personal Growth Initiative Scale - II, PGI-II). It was observed that the Brazilian version of PGI-II was established as a reliable instrument to investigate the levels of readiness for change, planfulness, intentional behavior and using resources, with a four first-order factor structure. The second empirical research evaluated if presence of meaning in life mediated the relationships of the dimensions of personal growth initiative with subjective well-being. It was observed that the presence of meaning in life measured the impact of dimensional planning and intentional behavior on levels of satisfaction with life, positive and negative affect. The dimensions readiness for change and using resources were not related to levels of presence of meaning in life. The dimensions readiness for change and using resources were negatively associated with levels of subjective well-being. The third empirical research has evaluated if presence of meaning in life mediated the relationships of optimism, pessimism and self-esteem with levels of stress, life satisfaction, positive and negative affect. The results showed that the relationship between optimism and self-esteem with levels of stress, positive affect and negative were partially mediated by levels of presence of meaning in life. However, the relations of pessimism with stress, life satisfaction, positive affect and negative were not mediated by levels of presence of meaning in life. Future studies should evaluate if the relations of personal resources with subjective well-being and stress are replicable to other samples. The main contribution of this thesis was to provide a scale to investigate the initiative to personal growth in the Brazilian context. In addition, the results of this study advance the understanding of the relationship between personal resources and well-being.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/147072
Arquivos Descrição Formato
000998214.pdf (1.970Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.